Obras de Ellen White: inpiradas por Deus ou em obras alheias?

Publicado: 14 de fevereiro de 2011 por Rafasoftwares em Seitas & Heresias
A Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) faz proselitismo dizendo que os escritos da Sra. Ellen White (fundadora desta denominação protestante) foram escritos sob a inspiração do Espírito Santo. Estas obras no adventismo são o fundamento de sua doutrina e chave para sua interpretação e hermenêutica das Sagradas Escrituras. Entretanto, estudos recentes mostraram que as obras da Sra. Ellen White são fruto de plágio: não do Espírito Santo, mas de obras de outros autores.

Um pastor adventista descobre o segredo White

Há um ditado popular que diz: “mentira tem perna curta”. E isto se cumpriu fielmente quando em 1982, Walter T. Rea, ex-pastor adventista publica nos EUA a obra “The White Lie” (A Mentira White ou A Mentira Branca).

Sr. Rea se converteu ao Adventismo ainda muito jovem, como confessa em sua obra: “Desde a primeira vez que ouvi falar dela, no princípio de minha adolescência, converti-me em devoto de Ellen G. White e de seus escritos” (1, Introdução). Foi “pastor” na IASD onde inicialmente exerceu seu “ministério” no estado americano da Califórnia.

Já em Orlando na Flórida, trabalha na Kress Memorial Church (Igreja em Memória dos Kress). Foi nesta época que “por acaso” ele recebe um inusitado presente de um casal adventista amigo seu:

A família Kress me presenteou com um antigo livro de Ellen White, Sketches From The Life of Paul, publicado em 1883, mas que nunca foi reimpresso. Quando um dia mostrei este livro a um membro da igreja, disse-me que o problema do livro era que se parecia demasiado a outro que não tinha sido escrito por Ellen White, e que nunca tinha sido reimpresso por causa da estreita similitude entre os dois. Sendo de mente inquisitiva, fiz um estudo comparativo e descobri que algumas das críticas pareciam ser verdadeiras” (ibidem).

Em sua interessante obra o Sr. Rea conta como foi descobrindo que as obras da pseudo-profetisa do Adventismo, não passavam de plágios grosseiros e sem qualquer menção aos autores originais.

Um caso interessante envolve o maior best seller da Sra. Ellen White, o livro “O Grande Conflito”, veja aqui http://tempodofim.tripod.com/EGWGravura.htm.

 

Depois desta triste constatação, o “pastor” Walter T. Rea abandona a IASD.

O Veltman Report

Depois das denúncias do ex-pastor adventista Walter T. Rea, os dirigentes da IASD pressionados pela mídia e pelos fiéis resolveram empreender um dossiê sobre o caso. Para o trabalho contrataram o Dr. Fred Veltman PhD, membro da IASD, que em 1980 era diretor do departamento de religião do Pacific Union College.

O Veltman Report (como ficou conhecido o relatório final deste trabalho) custou à Conferência Geral dos Adventistas do Sétimo Dia cerca de meio milhão de dólares e 8 anos de trabalho da equipe do Dr. Veltman. O relatório final conclui que mais de 30% do “Desejado de Todas as Nações” foi copiado de outros autores (incluindo até romances de ficção). O mesmo se encontra disponível no site oficial da IASD (1).

 Foto do Veltman Report tirada por Ennis Meier na sede da IASD nos EUA. Depois de ler todo o relatório deixou de acreditar o profetismo de Ellen White.

Desde então tornou-se no Brasil uma das principais vozes contra as enganações da Administração da IASD.

Em Novembro de 1990, o parecer do Dr. Veltman é publicado na Revista Ministry (3) (Revista oficial para pastores da Conferência Geral em Silver Spring, MD. USA). Deste parecer destacamos as seguintes palavras:

 “A maior parte do conteúdo do comentário de Ellen White sobre a vida e o ministério de Cristo, O Desejado de Todas as Nações, é derivado, antes que original Em termos práticos, esta conclusão declara que não se pode reconhecer nos escritos de Ellen White sobre a vida de Cristo nenhuma categoria geral de conteúdo ou catálogo de idéias que sejam somente dela“. (Pág. 12).

 Sala onde o Veltman Report e guardado na sede da IASD nos EUA.

Eu tenho que admitir para começar, que no meu julgamento esse é o mais sério problema para enfrentar com referência à dependência literária de Ellen White. Isso atinge o coração da sua honestidade, sua integridade e portanto da sua honradez” (pg. 14).

Segundo o Dr. Veltman, a Sra. Ellen White empregou um mínimo de 23 fontes de vários tipos de literatura, inclusive ficção, em seus escritos sobre a vida e natureza de Cristo (4). E acrescenta:

Na verdade, não há meios de saber quantas fontes [exatamente] estão representadas na obra de Ellen White sobre a vida de Cristo“. (Op. Cit., pág. 13).

Antes que alguém pense que a IASD foi muito boazinha em permitir o estudo do caso, saibam que todos estes problemas já lhe eram conhecidos, porém escondidos de seus fiéis. Esta também foi mais uma triste constatação do Sr. Walter T. Rea durante suas pesquisas.

A Sra. Ellen White sempre alegou que suas obras eram frutos de revelações de Deus. Entretanto, seus livros, além do empréstimo indevido de outros autores, eram sempre revisados, corrigidos e interpolados por suas auxiliares, como as Sras. Marian Davis e Francis Bolton. Suspeita-se até que a obra “Caminho a Cristo” tenha sido escrita em sua totalidade por Francis Bolton. Será mesmo que uma Revelação Divina precisa de tanta revisão humana?

Conclusão

Nos EUA tem havido uma grande debandada de fiéis da IASD por conta destas constatações. Alguns outros continuam adventistas, só não mais ligados à IASD. Com efeito, nossa Fé é algo que nos é muito caro, por isso abandoná-la por qualquer motivo é um ato muito difícil. Quando se professa uma falsa religião, isso é ainda mais complicado já que nestes casos a vontade age de forma ilegítima sobre a inteligência, esta que viu a Verdade, mas que não consegue lhe dar assentimento por causa daquela.

Em outras oportunidades vimos denunciando dos embustes presentes na doutrina adventista contra o Catolicismo. A mentira da IASD para seus fiéis é um escânda-lo que revela a quem ela realmente serve: ao Pai da Mentira, Satanás.

Fica aqui a minha denúncia e o meu apelo aos cristãos adventistas, para que deixem esta seita perniciosa (fundada para justificar o falso profetismo do Sr. Guilherme Miller) e que ingressem enquanto há tempo na Única e Verdadeira Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo: a Igreja Católica.

Notas

(1) REA, Walter R. The White Lie. Disponível em http://www.ellenwhite.org/egw17.htm. Último acesso em 23/05/2007.

(2) VELTMAN, Fred. General Conference – Office of Archives & Statistic: Veltman Report. Disponível em http://www.adventistarchives.org/documents.asp?CatID=13&SortBy=1&ShowDateOrder=True. Ùltimo acesso em 23/05/2007.

(3) http://www.adventistas-bereanos.com.br/imagens/revistaministry1990.jpg.

 

(4) http://www.alvorada.us/0049.htm.

Leitura Complementar

VELTMAN, Fred. The Ellen White Research Project: The Desire Of Ages Projetc. Disponível em http://www.ellenwhite.org/egw40.htm. Ùltimo acesso 23/05/2006.

Truth or Fabel Web Site: Exposing Seventh-day Adventist Fable. Disponível em http://www.truthorfables.com/Desire_of_Ages_Veltman.htm. Ùltimo acesso 23/05/2006.

Veltman Report. Adventistas Bereanos Website. Disponível em http://www.adventistas-bereanos.com.br/2007abril/thewhitelie.htm. Último acesso em 23/05/2006.

//  Fonte: Veritatis Splendor

comentários
  1. fabio disse:

    Até onde eu sei a Igreja Adventista do Sétimo Dia não é um ramo do protestantismo. Este seguimento religioso toma como base o texto bíblico, e não se utilizando de outros ao mesmo nível que a bíblia. De modo que os adventistas se utilizam dos texto da escritora Ellen Gould White, como mensageira do Senhor e divinamente inspirados. Que por vez abriu portas para o desenvolvimento de outro segmento religioso, não protestante, os Testemunho de Jeová.
    Vocês estão passando informações falsas ao dizer “fundadora desta denominação protestante”, segundo essa ótica, coloca o espiritismo, o islamismo, entre várias outras religiões como protestantes, algo que não é verdade, colocando vocês como mentirosos.
    Acho que os escritores desse blog não possuem o conhecimento acerca das várias religiões existentes do mundo, conhecendo-as segundo a visão “poluída” da religião de vocês

    • Rafasoftwares disse:

      Caro Fábio Barros,

      Não sei se você sabe a história da Igreja Adventista, ela é sim uma Igreja protestante, visto que advém da “reforma” protestante, seus criadores eram da Igreja Batista, portanto são protestantes.

      Adventistas são protestantes, alguns não se consideram, mas sua maioria sim, é só ler seus sites, veja um texto que recebi de um pastor adventista o que diz:

      “Fiquei, então, refletindo sobre como é bom, lógico, saudável e escriturístico o estilo de vida do Evangélico, em especial do Adventista do 7º Dia (puxando a sardinha…rsrs).”

      Não são protestantes?

      Há vários ramos de adventismo hoje, uns que se dizem evangélicos, eu posso lhe mostrar com textos desta mesma Igreja e outros que não se dizem evangélicos e que não aceitam a divindade de Cristo, também posso lhe mostrar. Portanto o texto exposto no blog, não contém nenhum erro!

      Os testemunhas de Jeová também são protestantes, podem não ser Evangélicos nem Cristãos, mas são protestantes!

      Todas estas seitas advém da “reforma”, portanto são todas protestantes visto que tem um mesmo preceito na questão da posição contra a Igreja católica. As diferenças são as babeis doutrinárias que eles tem, cada um lendo a bíblia ao seu bel prazer.

      Conhecemos bem as religiões que aqui expomos, creio que o sr. que estar equivocado quanto aos seus comentários, tudo que aqui postamos são retirados os proprios sites ou livros destas seitas.

      Se quizer ler o livro do Pastor adventista que fez a descoberta das mentiras desta senhora pode baixar neste link:

      http://veritatis.com.br/ebooks/the_white_lie.pdf

      In Cord Jesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

      • fabio disse:

        Ao meu entender, o termo protestante se refere aos evangélicos atuais, que iniciou com a reforma de Lutero. Assim, esse grupo religioso utiliza a bíblia como autoridade e creem na trindade(Deus pai, espírito santo e Jesus). Só porque saiu de uma determinada religião isso quer dizer que são? Isso é engano. Mas se você pegar pela etimologia da palavra protestante todos os segmentos religiosos fazem parte, uma vez que há possibilidade de interpretações diferentes e que dependem da contextualização histórica. Pessoas fazem protestos políticos e religiosos, não designando seus participantes como protestantes. Logo, o termo utilizado coloca protestante os “evangélicos”. Aí se você parte para a convicção religiosa que não coadunam com a visão católica, o espiritismo, o islamismo, o judaismo, etc podem ser considerado protestantes, é essa à posição que assume?
        você como católico não se considera evangélico? pois evangélicos são os que acreditam e seguem as mensagens contidas nos livros sinópticos.
        “Não sei se você sabe a história da Igreja Adventista, ela é sim uma Igreja protestante, visto que advém da “reforma” protestante, seus criadores eram da Igreja Batista, portanto são protestantes.”
        segundo essa visão todos os ramos do cristianismo são católicos, uma vez que saíram dessa posição religiosa, certo?
        “Adventistas são protestantes, alguns não se consideram, mas sua maioria sim, é só ler seus sites, veja um texto que recebi de um pastor adventista o que diz”
        até onde eu sei os protestantes seguem apenas a bíblia, e somente ele. Ao contrário dos adventistas que utilizam livros “proféticos” de outras pessoas. diferentemente do catolicismo, que segue a autoridade do papa e da igreja católica. os mormons que utiliza outro livro como divinamente inspirado e por aí vai. Se eles se consideram ou não, não cabe aqui discutir. O importante é saber se encaixam nas denominações protestantes, e até onde eu conheço eles não se encaixam juntamente com TJ.
        ““Fiquei, então, refletindo sobre como é bom, lógico, saudável e escriturístico o estilo de vida do Evangélico, em especial do Adventista do 7º Dia (puxando a sardinha…rsrs).” Ao meu ver essa é a visão de uma pessoa de fora. “estilo de vida do evangélico” ele não se coloca como um, certo? Eu também acho interessante o estilo de vida que espíritas, Tj, budistas entre outros levam. Mas isso não quer dizer que eu concorde.
        “Os testemunhas de Jeová também são protestantes, podem não ser Evangélicos nem Cristãos, mas são protestantes!” se formos analisar de acordo com a etimologia da palavra, são sim protestantes, inclusive os católicos, onde também houve dissenções. Mas acha que não é esse ponto de vista adotado, e por isso afirmo que estão passando informações falsas.
        “Todas estas seitas advém da “reforma”, portanto são todas protestantes visto que tem um mesmo preceito na questão da posição contra a Igreja católica. As diferenças são as babeis doutrinárias que eles tem, cada um lendo a bíblia ao seu bel prazer”
        Não, iniciaram dentro da própria igreja católica, inclusive nos concílios já houve dissenções. Fora que Paulo teve que escrever cartas as igrejas, onde a população esta desvirtuando o que ele pregava, tinha que sistematizar o conhecimento daí a necessidade de escrever. Por isso, discordo da sua afirmação, mostrando desconhecimento da história da sua própria igreja.
        ” babeis doutrinárias que eles tem, cada um lendo a bíblia ao seu bel prazer” não é isso o que vejo, no novo testamento a bíblia é bem clara, não havendo tantas diferenças doutrinárias. Outro equívoco.
        “Conhecemos bem as religiões que aqui expomos, creio que o sr. que estar equivocado quanto aos seus comentários, tudo que aqui postamos são retirados os proprios sites ou livros destas seitas”
        aparentemente não conhecem tanto, ao meu ver, parece uma leitura superficial.

        desculpe qualquer coisa que possa vir a ser ofensivo, não tenho essa intenção.

        Abração

  2. Rafasoftwares disse:

    Uma Pergunta, você leu o texto todo?

    • fabio disse:

      li o texto todo, concordo com muitas coisas. Mas parece que você não aceita um contraponto, pois não aceitou meu comentário feito à sua resposta, algo lamentável de se ver. Isso só mostra a miséria de pensamento. Nesse texto há julgamentos dos adventistas em se apegarem a textos que de forma mentirosa afirma ser inspirado divinamente. Ok, não discordo de tal pensamento. Agora se tu analisar o catolicismo há coisas que também são assim. Mostrando que vocês estão apontando um dedo, sendo que há três na sua direção, acusando-os.
      Parece-me que esse blog serve para disserminar o ódio à outros grupos religiosos, algo lamentável.
      mas fazer o que? A miséria humana está em todos os segmentos da sociedade, inclusive na religião.

      • fabio disse:

        interessante e curioso, aceita a postagem depois do meu comentário!!!

      • Rafasoftwares disse:

        Caro Fábio Barros,

        Estou aceitando seus comentários apenas hoje, por que desde a ultima vez que lhe respondi, não entro na internet, nem respondo ninguem.

        Apenas hoje vim ver seus comentário por isso os aceitei agora, e não os poderei responder hoje pela minha falta de tempo, mas de amanha em diante já lhe estarei respondendo e a outros vários comentário de outros leitores.

        In Cord Jesu, Semper,

        Rafael Rodrigues.

  3. tt disse:

    Parem de falar mal dos Adventistas!!! Vocês que não conhecem a VERDADE! Que é o Sabado!!!!

    • Rafasoftwares disse:

      Ninguem está falando mal da Igreja adventista, apenas estamos mostrando a verdade sobre a senhora Elen White, nós não conhecemos a verdade e vocês não a enchergam mesmo diante dos olhos de vocês.

      • Regina Almeida disse:

        Olá, não concordo com sua colocação quando diz que não enchergamos os fatos mesmo diante dos nosso olhos. Nós acreditamos sim, na Bíblia, nos dez mandamentos e contra estes não há argumento, desde utilizado (estudados) de capa a capa e não por partes ou versículos. A verdade esta na Bíblia e a salvação não esta em placa de igrejas é sim na Bíblia e o cumprimento dos dez mandamentos. Isso sim é verdade. Se as obras de Ellen White não são verdade, isso não me importa, pq minha fé é em Deus.

  4. maialine disse:

    gente religiao nao se discuti quem sab qual a doutrina certa a igreja enfim e Deus
    e um dia saberemos qual q igreja verdadeira..afinal tudo tem seu tempo….

  5. Reginaldo disse:

    Caro Rafael……

    N me irrito qndo leio artigos que nos acusam de “seita perniciosa”,pq tenho uma grande convicçao na veracidade das doutrinas adventistas.Eu gostei de sua forma de pensar:se vc tem convicçao de q a Igreja Católica é a única igreja verdadeira,é lógico q as que se lhe opoem doutrinariamente n podem estar ao mesmo tempo corretas tbm.Assim penso.

    Já estou acostumado com as críticas ao dom profético de Ellen White bem como as doutrinas adventistas em geral.Infelizmente n tenho pc em casa para desenvolver um debate ctg!Mas,apesar de lhe ter apreciado nuns pontos,só o fato de vc usar o Walter Rea já demonstra sua desinformaçao sobre o assunto.

    Sugiro q vc leia esses tres artigos,com a mente aberta:
    http://novotempo.com/namiradaverdade/2010/12/02/os-criticos-de-ellen-white-sao-desinformados-e-desatualizados-parte-1/

    http://novotempo.com/namiradaverdade/2010/12/02/os-criticos-de-ellen-white-sao-desinformados-e-desatualizados-parte-2/

    http://novotempo.com/namiradaverdade/2011/03/25/ellen-white-foi-uma-falsa-profetisa-ou-os-que-a-acusam-e-que-sao-falsos/

    O q há é desinformaçao e preconceito.Um exemplo de conduta cristã a ser seguida foi a a do Dr. Walter Martin.Pesquisou,NAS FONTES CORRETAS o q doutrinamos,leia:

    “O EXEMPLO DO DR. WALTER MARTIN
      Em décadas passadas, Walter Martin, fundador do “Christian Research Institute”, teólogo batista que se especializou em Religiões Comparadas, submeteu aos adventistas um longo questionário buscando compreender devidamente os ensinos da IASD. Ele dedicou um esforço de estudo realista de centenas de horas, cobrindo quase dois anos, indo com freqüência à Associação Geral dos adventistas (sede mundial), trocando idéias com líderes e teólogos adventistas, examinando milhares de páginas de literatura da Igreja e de opositores, enfim, realizou um trabalho realmente digno de um verdadeiro erudito. Agiu ele dentro de critérios éticos e numa metodologia científica, em lugar de lançar-se a esse triste empreendimento de ataques ferinos, inspirados num preconceito doentio, firmados em citações desonestamente torcidas de declarações e publicações da IASD, como fazem certos grupos supostamente combatentes de “seitas”.

      Ao final desse empreendimento, com o que contou com a participação de outros dentre seus associados, inclusive o redator da revista “Eternity”, Martin concluiu que os adventistas, embora tenham doutrinas que considera “heterodoxas”, não devem ser considerados uma seita, mas uma genuína igreja cristã. Aliás, ele até chama de “analista de palha” certo crítico de uma de nossas doutrinas que o faz distorcendo inteiramente o sentido do ensino.

      Enfim, ele soube discordar sem distorcer, uma virtude de que estão longe, mas muito longe, os que modernamente pretendem realizar a mesma obra dele. Tanto que até hoje, o website da instituição que ele fundou, o “Christian Research Institute” (Instituto Cristão de Pesquisa), não traz os adventistas alistados entre os sectários que combatem.

      Então, o fato de alguns não que realizaram nem um décimo da obra de Martin, chamar-nos de heréticos (“analistas de palha”, pelo rótulo que o próprio Martin atribuiu) não nos deve deixar impressionar e abalar nem um pouco. É fruto do puro preconceito irracional sem qualquer base em fatos reais, devidamente pesquisados. Significa um zero à esquerda para nós.”

    Matéria completa no site:http://guardiaodaverdade.religionboard.net/t17-o-movimento-adventista-seria-uma-seita

    Vc escreveu:

    “A mentira da IASD para seus fiéis é um escânda-lo que revela a quem ela realmente serve: ao Pai da Mentira, Satanás.

    Fica aqui a minha denúncia e o meu apelo aos cristãos adventistas, para que deixem esta seita perniciosa (fundada para justificar o falso profetismo do Sr. Guilherme Miller) e que ingressem enquanto há tempo na Única e Verdadeira Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo: a Igreja Católica.”

    Servimos ao Pai da Mentira?

    1.Imortalidade da alma
    2.Purgatório
    3.Intercessao de Maria(Co-redentora) e dos Santos(no céu)
    4.Maria Imaculada
    5.O Papa é Deus na Terra
    6.Aspersionismo
    7.A Transubstanciaçao
    8.Pedro foi o primeiro papa etc,etc,etc

    e nós é q servimos ao pai da Mentira?

    • Rafasoftwares disse:

      Caro Reginaldo, que a paz do Senhor esteja com você e com os Seus.

      Me desculpe a imensa demora em responder seus comentários, é que estava muito ocupado e pouco entrando na net, só vinha ao blog para postar matérias naõ tinha tempo de responder aos vários leitores dos blog que sempre tem duvidas e questionamentos a respeito das matérias aqui postada.

      Bem você mostrou estas matérias a respeito do que eu postei nesta matéria sobre o plagio da senhora Ellen White, bem, li suas matérias e nelas não vi nada que refutasse esta matéria por mim postada, apenas negações.

      Contra fatos não há argumentos, portanto lhe mostrerei alguns escritos que eu traduzi da senhora Ellen White e como ela plagiou outros autores.

      Veja os Plágios e contradições dela:

      Aqui ela diz que o sacrifício da cruz não foi suficiente:

      “[…] Em 1844 Cristo entrou no mais santo lugar do santuário celestial, para terminar o trabalho de expiação, preparatório de Sua Vinda” (The Great Controversy, p. 481).

      Ou seja pra ela só em 1844 que Jesus terminou a expiação dos pecados.

      Aqui ela Já diz que Foi suficiente:

      “Ele [Cristo] plantou a cruz entre Céu e terra, e quando o Pai viu o sacrifício do Seu filho, Ele se curvou em reconhecimento de sua perfeição. “É o suficiente”, Ele disse. “A expiação está completa” (The Review and Herald, Sept. 24, 1901)

      Ora foi na Cruz ou em 1844 que Jesus terminou a expiação? Gostaria de saber…

      Veja que ela plagiou até mesmo o livro Canônico de II Macabeus (que Lutero mutilou em sua bíblia e vocês adventistas seguiram ele, no mesmo pensamento):

      Ela diz: “Entre os justos que ainda restavam em Jerusalém, a quem tinha sido tornado claro o propósito divino, alguns havia que se determinaram colocar além do alcance das mãos cruéis a sagrada arca que continha as tábuas de pedra em que haviam sido traçados os preceitos do Decálogo. Isto eles fizeram. Com lamento e tristeza esconderam a arca numa caverna, onde devia ficar oculta do povo de Israel e Judá por causa dos seus pecados, e devia ser mais restaurados. Esta sagrada arca ainda está oculta. Jamais foi perturbada desde que foi escondida. (Profetas e Reis, p. 453)

      Aparece então de encontro ao céu uma mão segurando duas tábuas de pedra dobradas juntas. Diz o profeta: “Os céus anunciarão a Sua justiça, porque Deus é juiz de si mesmo.” PS [. 50:6.] Aquela santa lei, a justiça de Deus, que por entre trovões e chamas foi do Sinai proclamada como guia da vida, agora é revelado aos homens como a regra de julgamento. A mão abre as tábuas, e vêem-se os preceitos do decálogo, como que traçados com pena de fogo. As palavras são tão claras que todos possam ler. (O Grande Conflito, edição 1888, p. 639)

      O livro de Macabeus diz:

      “Foi também contida no mesmo escrito, que o profeta, sendo advertido de Deus, que comandou o tabernáculo ea arca para ir com ele, que saiu para o monte [Nebo] Moisés subiu e viu a herança de Deus. E quando Jeremy veio de lá, ele encontrou uma caverna vazia, onde ele colocou o tabernáculo, a arca eo altar do incenso, e aí parado à porta. E alguns dos que se seguiram ele veio para marcar o caminho, mas eles poderiam não encontrá-lo. Que quando Jeremy percebeu, ele culpou os, dizendo: Quanto a esse lugar, ele é desconhecido até o momento em que Deus reunir seu povo novamente juntos, e recebê-los misericórdia vos. Então o Senhor, mostra-lhes estas coisas, e a glória do Senhor se manifestar, e da nuvem, também, como foi mostrado a Moisés. . .” 2 Mac. 4,8

      O plágio da amalgamação (plagiou uma coisa grotesca e sem noção):

      Isto ela plagiou de um Livro Apócrifo chamado Livro de Jasar, veja a semelhança entre os escritos dela e o conteúdo deste livro:

      Ellen White Diz: “Se a pessoa escolheu levar as esposas, ou gado, ou qualquer coisa que pertença ao seu próximo, ele não conta a justiça ou para a direita, mas se ele poderia prevalecer sobre o seu vizinho em razão da força, ou colocando-o à morte, ele fez isso, e exultou em seus atos de violência. Eles adoraram a destruir as vidas dos animais. … Mas se havia um pecado acima de outra que apelou para a destruição da raça pelo dilúvio, foi o aviltante crime de amálgama de homem e animal, que desfigurou a imagem de Deus e causou confusão por toda parte. (Spiritual Gifts, vol. 3, p. 64)”

      Jasar Diz: “04,18. E seus juízes e governantes entraram às filhas dos homens e tomaram suas esposas pela força de seus maridos de acordo com sua escolha, e os filhos dos homens naqueles dias tirou o gado da terra, os animais do campo e as aves de o ar, e ensinou a mistura de animais de uma espécie com as outras …”

      Nossa quanta semelhança não?

      “Portanto”, diz o Senhor: “Eu sou contra os profetas que roubam uns aos outros palavras supostamente de mim.” Jeremias 23,30

      Portanto os escritos proféticos dela, já tinham sido profetizados em outros livros!

      Bem quem mente serve ao diabo, não necessariamente os adventistas em suas particuladades servem, porém a sr. Ellen White é notável que sim.

      “1.Imortalidade da alma”

      Lendo as matérias abaixo verá a resposta.

      “2.Purgatório”

      Provas bíblicas:

      “Em verdade te digo que de maneira nenhuma [sairás] dali enquanto não pagares o último ceitil” (Mt 5,26)

      “Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro” (Mt 12,32)

      “Se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele prejuízo; mas o tal será salvo todavia como que pelo fogo” (1Cor 3,15).

      + Mq 7,8-9; Mt 12,32; Mt 5,25-26; 1Cor 3,15

      A Bíblia está cheia de passagens alusivas à purificação pós-morte (=purgatório). Mais um esclarecimento: Não é a palavra que interessa, mas é o conceito o seu significado que é bíblico. (Poderíamos perguntar aos protestantes: Santíssima Trindade é verdade? Esta palavra não está na Bíblia, e daí?). O fato de não constar a palavra “purgatório” na bíblia não quer dizer seu sentido não exista.

      leia mais:

      http://www.veritatis.com.br/apologetica/artigosgracajustificacaopecadooriginal/881-o-purgatorio-nas-sagradas-escrituras

      “3.Intercessao de Maria(Co-redentora) e dos Santos(no céu)”

      Leia estas matérias e constate:

      http://www.veritatis.com.br/apologetica/imagens-santos/811-onde-se-encontra-a-canonizacao-dos-santos-na-biblia
      e https://sadoutrina.wordpress.com/2011/01/24/uma-analise-sobre-os-santos-e-a-intercessao/

      “4.Maria Imaculada”

      Pode vir algo puro do impuro? Se Jesus era imaculado como ele pode ter vindo vindo de um seio maculado?

      “5.O Papa é Deus na Terra”

      Quem foi que te disse isto, onde é que consta isto nas doutrinas católicas? Até hoje nunca vi isto!

      “6.Aspersionismo”

      Bem é só você ler a bíblia direitinho e não pular versículos que ai você vai ver que Paulo foi batizado por asperção, estaria Paulo comentendo um ato de servidão ao diabo?

      Paulo, ao ser batizado por Ananias, ficou de pé dentro de um casa – At 9.18; 22.16

      7.A Transubstanciaçao

      Transubstanciação significa a mudança de substância. É o que ocorre com o pão e o vinho que se convertem no Corpo e no Sangue de Jesus, pelas palavras do sacerdote na consagração, onde opera “in persona Christi” (na pessoa de Cristo). – Está fartamente fundamentada nas Escrituras e nos escritos dos primeiros cristãos.
      Bíblia: Mc 14,22; Lc 22,19; 1Cor 11,24; Mt 26,28; Mc 14,24; Lc 22,20; 1Cor 11,25…

      8.Pedro foi o primeiro papa etc,etc,etc

      “Tu és Pedro e sobre está pedra eu edificarei a minha Igreja” Mateus 16,18
      Esta é a sumaria prova, sem mais.

      O que você acha?

      “Tornei me acaso vosso inimigo por que vos disse a verdade” São Paulo

  6. reginaldo disse:

    Ok,após responder suas perguntas sobre o sábado,vou lidar com essas aí OK?
    Enquanto isso,estude de novo o conceito de plágio,por favor!

    • Rafasoftwares disse:

      Caro Reginaldo, Ok estou aguardando a resposta.

      sobre o plágio:

      Plágio, segundo o dicionário Aurélio, é “Assinar ou apresentar como seu (obra artística ou científica de outrem)”.

      Já estudei, e continuo afirmando que ela plagiou!

      • vENTURA disse:

        Caro Rafa, espero que está tua defesa não seja somente por fanatismo porque o inimigo de Deus usou palavras que paraeciam certas para enganar o nossos pais lá no jardim do edem , e queria usar novamente palavras q parecia certa para enganar jesus no deserto, não seja fanatico como saulo que perseguia a igreja pensando que estva fazendo um favor a Deus até se encontrar com jesus e ver que estava errada Actos 9. Meu amado sincerdade não é sinonimo de verdade!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • Rafasoftwares disse:

        Caro Ventura,

        Minha “defesa” não é nenhum fanatismo, não tenho nada contra nenhum adventista ou vontade de menosprezar algum adventista ou a fé deles (Ao contrario do que eles fazem).

        A matéria postada reflete tão somente as falsas histórias e “profetadas” da sra. Ellen Gould White, não estamos aqui entrando no ambito pessoas, mas sim doutrinário e expositivo, daquela que é para os adventistas uma “grande profeta”, mas que de “profeta”, parece que nada tem.

        Contra os fatos não há argumentos, ser fanático é defender a todo custo, praticando coisas até imorais para se defender aquilo que se crer ou professa, nassa matéria apenas expõe uma realidade, ai acredite quem quizer.

        Sendo assim, aqui me despeço,

        In Cord, Iesu, semper,

        Rafael Rodrigues.

  7. cirineu o vunda disse:

    1º-É uma honra fazer parte deste debate,qe desde a intenção é salutar…não bastando ser convicente apenas…só por querer….
    2º o senhor demonstra falta de humildade e respeito até a palavra de DEUS e um desvio do ponto fundamental qe é o preceito da IASD (APOC 12;17), e se está a pegar em assuntos qe desde o príncipio desviam o pensamento da maioria destraida e mal informada,trazendo a ribalta assuntos menos importantes,sobre a IASD…
    3º preparamo-nos para a grande crise e ver JESUS voltar,crês nestas palavras.sim ou não?
    onde a Igreja qe dizeis ser a de CRISTO e verdadeira é tida cmo o sinal da besta.(Daniel 7;25,Daniel 2 em diante) …pós DEUS tem um sinal (ver êxodo 31;16-17…18.Ezequiel 20;12); e lúcifer também….so para sitar… 4º o debate de hoje não deve ser entre o profeta x ou y, nem sobre certa denominação…mas sim no GRANDE REI QE VIRÁ EM GLÓRIA BREVEMENTE…queres saber qem é a besta. leia uma vez mais APOCALIPSE 13;15-18.
    Por último…a união de igrejas qe defendem dará o culmino na guarda do domingo cmo dia santo e de forma obrigatoria,escamuteando desta feita os preceitos de DEUS. segundo a BÍBLIA nos textos acima….e dando o comprimento e veracidade da palavra do DEUS VERDADEIRO….fiqe em alerta e converta-te na verdade… estás sendo enganado…DEUS TE AMA…Passe bem….

  8. Lucas M. Quindai disse:

    Caro Rafa, aposto que algo lhe falta! deixares o teu lado de Hipocrisia, sei que tens domínio da bíblia, mas escondes muita coisa sobre o sábado do Deus vivo. quem é o papa para vcs?
    homem ou deus? a igreja católica crê na volta de Jesus Cristo? que esperança têm os fiéis devotos católicos, por favor tente ler bem os dez mandamentos e me explique melhor sobre vossas mudanças. agradecia

    • Rafasoftwares disse:

      Nobre Lucas M. Quindai, que a paz do Senhor esteja com você e com os seus.

      Sim você apostou certo algo me falta, me falta dinheiro.

      Bem aqui nunca escondi nada sobre sábado, a presente matéria não trata de sábado, e sim de alguns escritos da sra. Ellen White. Se quizer saber o que aqui postamos sobre o sábado leia as seguintes matérias e nelas comente:

      https://sadoutrina.wordpress.com/2010/09/14/a-igreja-catolica-alterou-os-dez-mandamentos/
      https://sadoutrina.wordpress.com/2010/08/03/seitas-adventistas-do-setimo-dia/

      Respondendo as suas perguntas:

      1º O Papa é para nós um homem, um pastor, “chefe” dos bispos, assim como Pedro foi….

      2º Apesar de Cristo já estar no meio de nós, a Igreja sim crê que Cristo irá julgar os vivos e os mortos, na sua parusia gloriosa, todos os dias nas missas proclamamos as mesmas palavras de Paulo em 1 Corintios 11, “anunciamos Senhor a Vossa morte enquanto esperamos vossa vinda”.

      3º Já li e Re-li os 10 mandamentos. Não mudamos nada o próprio Jesus já tinha modificado so 10 mandamentos, leia esta matéria e veja:

      https://sadoutrina.wordpress.com/2010/11/09/sao-paulo-contra-o-adventismo-do-setimo-dia/

      Veja que a antiga lei foi abolida na cruz, nas palavras de São Paulo:

      Ora, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de tal glória que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos no rosto de Moisés, por causa do resplendor de sua face (embora transitório), quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito! Se o ministério da condenação já foi glorioso, muito mais o há de sobrepujar em glória o ministério da justificação! Aliás, sob esse aspecto e em comparação desta glória eminentemente superior, empalidece a glória do primeiro ministério. Se o transitório era glorioso, muito mais glorioso é o que permanece!” (2 Cor 3,7-11).

      “Assim a lei se nos tornou pedagogo encarregado de levar-nos a Cristo, para sermos justificados pela fé. Mas, depois que veio a fé, já não dependemos de pedagogo, porque todos sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo”. (Gl 2,24-26).

      “Ninguém, pois, vos critique por causa de comida ou bebida, ou espécies de festas ou de luas novas ou de sábados. Tudo isto não é mais que sombra do que devia vir. A realidade é Cristo” (Col 2,16-17)

      Então, está ai, no mais leia as matérias que eu te indiquei.

      In Cord, Iesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

  9. irmão rafa pf espero seu comentário com todo gosto e ansiedade…qe a paz do senhor esteja com tigo e os seus…

    • Rafasoftwares disse:

      Colossenses 2, 16 Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados. 17 Tudo isto não é mais que sombra do que devia vir. A realidade é Cristo.

      Nobre Cirineu, PAX.

      Venho agora respondendo suas perguntas uma por uma.

      “os católicos dizem qe o sábado foi escrito sómente para os judeus?”

      Bem não dizemos que foi só para Judeus, mas foi uma aliança entre Deus e Israel, Leia:

      Ezequiel 20, 12-14: “Instituí mesmo para eles os meus sábados, como sinal entre mim e eles, a fim de que reconhecessem que sou eu, o Senhor, que os santifica. No deserto, todavia, os israelitas se rebelaram contra mim; não praticaram as minhas leis e rejeitaram os meus preceitos, em virtude dos quais o homem vive, quando os cumpre; profanaram gravemente os meus sábados. Por isso tomei a resolução de desencadear sobre eles o meu furor, no deserto, para aniquilá-los. Mas o fiz em consideração ao meu nome, a fim de que não ficasse ele desmoralizado aos olhos das nações, perante as quais eu os tinha feito sair (do Egito).”

      Ou seja, Deus fala claramente que a instituição do sábado foi um sinal entre Israel e ele.

      “BÍBLICAMENTE dir-te-ei, NÃO. porqe segundo o livro de MARCOS 2;27 -o sábado foi feito por causa do homem…não especifica,JUDEU ou outra tribo…mais homem,no geral. segundo o livro de geneses 1:1: 2;2-3.DEUS fez a terra e tudo qe existe em 6 dias e no sétimo dia descançou….está claro? não existia JUDEU nenhum.”

      Bem meu caro, como Jesus falou o sábado foi feito por causa do homem, mesmo sendo homem de modo geral, eram homens viventes antes dele. Se o Sábado é tão importante, porque então não há um mandamento sequer para guardá-lo desde Adão até Moisés, visto que ele vem desde a criação?

      Em Genesis fala apenas que ele descansou e não que ele mandou guardar. Se os cristãos tem que guardar o sábado porque Deus diz que o sábado era um sinal entre Ele e Israel somente? (Ezequiel 20, 12-20).

      “no livro de êxodo 20;8-11. DEUS recorda através de MOISES ,aos homens a lembrar o dia de SÁBADO e não DOMINGO,porqe DEUS,sabia diantemão qe haveriam homens na terra qe esqeceriam,guardar o SÁBADO e não o DOMINGO.”

      A resposta a isto São Paulo mesmo a dá na bíblia:

      “Ora, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, se revestiu de tal glória que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos no rosto de Moisés, por causa do resplendor de sua face (embora transitório), quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito! Se o ministério da condenação já foi glorioso, muito mais o há de sobrepujar em glória o ministério da justificação! Aliás, sob esse aspecto e em comparação desta glória eminentemente superior, empalidece a glória do primeiro ministério. Se o transitório era glorioso, muito mais glorioso é o que permanece!” (2Cor 3,7-11) (grifos meus).

      “Assim a lei se nos tornou pedagogo encarregado de levar-nos a Cristo, para sermos justificados pela fé. Mas, depois que veio a fé, já não dependemos de pedagogo, porque todos sois filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo”. (Gl 2,24-26).

      Portanto Cristo aboliu a lei na cruz.

      “até os disciplos de JESUS foram fiéis ao guardarem o SÁBADO e não o DOMINGO ver actos 17;2, actos 13;42,44.actos 18;4.actos 18;11 paulo pregou 78 sábados em corintos.18 meses e 27 meses 116 sábados em éfeso,actos 19;8-10.paulo trabalhava do 1º ao 6º dia e no sábado feichava a oficina de fazer tendas e ia a igreja, veja actos 18;1-4.só para sitar.”

      Peço que me mostre um único versículo que mostre que os discípulos guardavam o sábado depois da ressureição de Cristo e que a Igreja se reunia nele.

      Todas as passagens que você citou apenas mostram que Paulo ia a sinagoga para debater com os Judeus aos sábados, visto que era o dia em que os Judeus paravam suas atividades e estavam na sinagoga. Nada mais que isso, todas as reuniões da Igreja para a celebração da Missa (Santa Ceia) eram sempre no primeiro dia da semana, se o Sábado era tão importante por que não vemos nenhuma reunião da Igreja no sábado?

      Atos 17, 1. Passando por Anfípolis e Apolônia, Paulo e Silas chegaram a Tessalônica, onde os judeus tinham uma sinagoga. 2. Conforme seu costume, Paulo foi procurá-los e, por três sábados seguidos, discutiu com eles. Partindo das Escrituras…

      Judeus reunidos na Sinagoga e Paulo foi debater com eles, e não para celebrar o culto Cristão.

      Atos 13,42 Ao saírem, pediram a Paulo e Barnabé que no próximo sábado voltassem a falar sobre esses assuntos.43 Muitos judeus e prosélitos praticantes seguiram Paulo e Barnabé. Conversando com eles, os dois insistiam para que continuassem firmes na graça de Deus. 44. No sábado seguinte, quase toda a cidade reuniu-se para ouvir a palavra de Deus. 45. Ao verem aquela multidão, os judeus ficaram cheios de inveja e, com blasfêmias, opunham-se ao que Paulo dizia.

      Mais uma vez Judeus reunidos na Sinagoga Paulo foi debater com eles, e não para celebrar o culto Cristão.

      Atos 19, 8 Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda liberdade, discutindo e persuadindo os ouvintes acerca do Reino de Deus. 9. Todavia, como alguns se obstinavam na incredulidade e falavam mal do Caminho diante da multidão, Paulo rompeu com eles, tomou os discípulos à parte e, diariamente, ensinava-lhes na escola de um homem chamado Tiranos. 10. Isso durou dois anos, de modo que todos os habitantes da Ásia, judeus e gregos, puderam ouvir a palavra do Senhor.

      Mais uma vez Judeus reunidos na Sinagoga Paulo foi debater com eles, e não para celebrar o culto Cristão.

      “O SENHOR DISSE QE A MORTE DO MESTRE NA CRUZ ABOLIU A LEI:”

      Eu não disse foi São Paulo quem disse, veja:

      “É ele que nos perdoou todos os pecados, cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encrava-lo na cruz. Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, triunfando deles pela cruz” (Col 2,13-15)

      “veja qe é mentira,mas vê com olho de humildade não com olho de crítico…JESUS morreu nas vésperas de SÁBADO ver marcos 15;37-42….na sexta feira,as discipulas prepararam unguentos para ungir o corpo de JESUS e NO SÁBADO REPOUSARAM CONFORME O MANDAMENTO,ver lucas 23;56….sómente depois de passar o SÁBADO marcos 16;1, as discipulas vieram embalçamar o corpo de JESUS. o própio JESUS guardou o SÁBADO ver lucas 4;16. até nos céus vamos guardar o SÁBADO, ver ISAIAS 66;22-23….”

      Bem, como falei antes de Jesus morrer e ressuscitar a lei estava em vigor, depois disso passou se para o ministério Cristão, e mesmo assim não é algo automático, que as pessoas deixaram de observar de uma hora pra outra, mas isso foi gradativamente, tanto é que em Atos já mostra a Igreja se reunindo no primeiro dia da semana e não no sétimo.

      Volto a fazer uma pergunta pra você que eu já tinha feito em outra matéria que eu escrevi, mas ninguém nunca me respondeu:

      Se o sábado é irrevogável, por que as ordenanças como os sacrifícios do Templo, as observâncias dos dias de festa e luas novas e o Grande Dia da Expiação, por exemplo, que foram dadas pelo próprio Deus como irrevogáveis (cf. Lv 23,14; Lv 16,29-34; Ez 46,14; 2 Cr 2,4) vocês não observam até hoje?

      “irmão não basta ser convicente,pensando apenas como homem, este é um chamado DO DEUS VIVO, estão te enganando….a IASD,não permite qe só os pastores abram a BÍBLIA, mas a uma abertura no sentido de qe todo crente examine a escritura como diz o livro sagrado…qe a nossa discussão não seja apenas para vanglória cá na terra e ao descutimos pensemos na dura cruz qe JESUS MORREU por nós…AMÉM e bem haja….irmão.”

      Bem, já estive enganado quando freqüentava reuniões protestantes, mas depois de realmente descobri a ortodoxia e a fé primitiva dos cristãos estudando história e a própria bíblia, vi que não há outro lugar aonde se possa encontra o depósito de fé deixado por Jesus senão na Igreja católica. Você já parou um dia pra pesquisar como era que os primeiros Cristãos viviam? Já parou para estudar os escritos deixados por eles e quais eram as doutrinas que eles viviam, para saber se realmente são compatíveis com as interpretações que hoje você fazem da bíblia?

      Bem, como são Pedro disse:

      1 Pedro 1, 20-21 Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus.

      Portanto, não adianta fiéis abrirem a bíblia sem um magistério encarregado de dar a correta interpretação, o magistério dos apóstolos e seus sucessores. Por que veja a grande confusão criada a partir de interpretações particulares, só há divisões e mais divisões dentro do próprio protestantismo, cada um se julgando Inspirado pelo Espírito Santo.

      “Então estaria Cristo dividido?” (1 Cor 1, 13)

      Resumi ao máximo a resposta, mais coisas serão ditas ao decorrer das suas argumentações,

      Recolhendo me a minha insignificância,

      In Cord Iesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

  10. O QE DIZES SOBRE A GUARDA DO SÁBADO NOS CÉUS…?.SEGUNDO O LIVRO DE ISAIAS 66;22-23.DEPOIS SIM RESPONDEREI AS TUAS QESTÕES……DEUS NÃO MUDA COMO NÓS….NÃO SOU HOMEM PARA MUDAR…QDO RESPONDERES VOU TRAZER OS TEXTOS DESTAS PALAVRAS….DEUS SEJA LOUVADO…..

    • Rafasoftwares disse:

      Amigo Cirineu,

      A sua tradução desse trecho do profeta Isaías está extremamente mal feita; não sei quem foi autor dessa “manobra”, mas conseguiu fazer a Bíblia dizer algo que jamais disse.
      Penso que foi a NTLH uma das piores traduções e adulterações dos Sacrosantos textos, pois nela diz:

      Isaías 66, 23: “Desta maneira, em cada mês e em cada sábado, todos virão inclinar-se diante de mim, diz o Senhor”

      Compararei essa citação de Is 66,22-23 com duas Bíblias , uma Bíblia de Estudo católica (Bíblia de Jerusalém; ed. Paulus) e outra protestante (Bíblia João Almeida, SBB). Ambas são unânimes em afirmar:

      “Como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face – diz o Senhor – assim há de estar a vossa posterioridade e o vosso nome; de uma lua nova à outra, e de um sábado ao outro, virá toda a humanidade a adorar na minha presença – diz o Senhor”.

      Logo, a citação nada tem a ver com a guarda do sábado no novo céu, mas sim com o culto *eterno* prestado pelos adoradores do verdadeiro Deus (por isso se diz: “de uma lua nova à outra, e de um sábado ao outro” e que sua suposta tradução deve simplesmente omititir) em oposição ao castigo também eterno imposto aos Seus inimigos, como se lê no versículo seguinte (Is 66,24): “Eles sairão para ver os cadáveres dos homens que se rebelaram contra Mim, porque o seu verme não morrerá e o seu fogo não apagará: eles serão uma abominação para toda a carne”.

      De toda sorte como já falei as outras coisas que foram dadas como perpetuas e irrevogaveis por Deus, por que vocês não observam até hoje?

      In Cord, Iesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

  11. obrigado por dar especial atenção ao meu comentário e o mesmo ser respondido…..muito obrigado mesmo de coração…..saudações cristãs.
    começarei por responder as qestões, por enquanto de uma forma superficial,precisando de consulta….daí a minha sinceridade,espero comprêenção.
    as festas de lua novas,as expiações,e a páscoa davam a entender a vinda e morte do GRANDE SUMO SACERDOTE JESUS CRISTO…por isso ao dizer está consumado na cruz era destas leis qe se referia. por isso também ao comerem do pão e bebendo do vinho, ele JESUS se refere em dizer »»esse é a carne da minha carne e sangue do meu sangue»» refirindo-se ao pão e vinho como disse.sei qe o irmaõ sabe….ponto 1.
    2-DEUS não só descançou no sábado,cmo também abençoou e santificou; agora te mostrar porqe qe não ha registo de descanço no sábado de ADÃO até MOISÊS. não sei qal é o seu nível de compreênsão,então se DEUS é o senhor do sábado, como não ha registo na BÍBLIA? se este cápitulo diz claramente qe ele ( DEUS) descançou,abençoou e santificou…não te diz nada? DEUS é antes de tudo e de todos…qto a mim este ponto está claro.êxodo 20;8 em diante.
    COMEÇAREI A RESPONDER DE UMA FORMA MAIS PROFUNDA ALGUMAS QESTÕES QE TEM HAVER COM A GUARDA E REVERENCIA A ESTE DIA (SÁBADO).
    SERÁ QE DEUS MUDOU O SÁBADO?
    HÁ ALGUM TIPO DE PRONUNCIAMENTO DE DEUS QE MUDA A ADORAÇÃO DO SÁBADO PARA O PRIMEIRO DIA DA SEMANA?
    Quando DEUS deu os dez mandamentos a seu povo,ele também deixou claro qe nenhum ser humano deveria revisar ou editar qualqer instrução dada por seus lábios….( NADA ACRESCENTEM ás palavras qe eu lhes ordeno e delas NADA RETIREM, mas obedeçam aos MANDAMENTOS do SENHOR, o seu Deus,que eu lhes ordeno…..DEUTERONÓMIO 4;2)
    o próprio Deus promete não alterar seus mandamentos.“NÃO violarei a minha aliança NEM MODIFICAREI AS PROMESSAS DOS LÁBIOS´´Salmo 89;34.A bíblia é clara em afirmar qe Deus não mudou o descanso sábatico para o primeiro dia da semana (domingo).
    SERÁ QE JESUS MUDOU O SÁBADO?
    DE acordo com JESUS, os dez mandamentos não eram suscetíveis a mudanças,se não vejamos: “NÃO pensem qe vim abolir a lei ou os profetas;não vim abolir,mas cumprir.digo-lhes a verdade. enquanto existirem céus e terra,de forma alguma desaparecerá da lei a menor letra ou o menor traço,até qe tudo se cumpra´´mateus 5;17,18. O senhor mostrou-me o livro de 1cor.1-,13. (digo-te a ti….vc é de paulo ou de CRISTO….? ) para me perguntar se JESUS estaria dividido,digo-te,não e nunca estará….continua a ler vás entender…..
    quanto a este ponto,chego a conclusão qe JESUS também não aboliu a lei.
    JÁ DISSE NO COMENTÁRIO PASSADO,JESUS GUARDAVA O SÁBADO,COMO DE COSTUME…lucas 4;16….se vc desmentir não falo mais com tigo….e terás razão até um dia…e não serei eu responsável pelo seu comentário e perdição eterna….amém.
    SERÁ QE OS APÓSTOLOS MUDARAM O SÁBADO…?
    tiago o primeiro líder da igreja primitiva,escreveu o seguinte sobre os dez mandamentos;
    « pois qem obedece a toda lei,mas tropeça em apenas um ponto,torna-se culpado de qebrá-la inteiramente.pós aqele qe disse: não adulterarás,também disse;não matarás.se vc não comete adultério,mas comete assassino,torna-se transgressor da lei» tiago 2;10-11.
    lucas o médico e envagelista da igreja primitiva,relata;
    « no sábado,saimos da cidade e fomos para beira do rio,onde esperávamos encontrar um lugar de oração.sentamo-nos e começamos a conversar com mulheres qe haviam se reunido ali.»atos 16;13….porqe então reverencia no sábado e não no domingo? porqe a bíblia exalta então a pregação no sábado e não no domingo? descança irmão….e fale de DEUS e faça bem no sábado…é lei….
    o livro de atos menciona 84 vezes qe o sábado era observado pelos seguidores de cristo,todos abrangendo um priodo de 14 anos depois da ressurreição de CRISTO; 2 sábados em antioquia(atos 13;14,42,44); 1 em filipos (atos 16;13); 3 em tessalônica(atos 17;2,3); 78 sábados em corintos, como disse no comentário passado( atos 18;4,11)…. PAULO não era ingenuo,se ia só debater e não reverenciar o sábado do senhor,diria e não perderia tanto tempo em falar aos irmãos primitivo e não lhes mostrar o domingo como dia de oração,não achas irmão? porqe então paulo perdeu tantos sábados e deixar de trabalhar para ir apenas convencer os irmãos,neste dia…..? responda-me com provas bílica,por favor….joão o último dos doze apóstolos a morrer, guardou o sábado.ele escreveu:
    (no dia do senhor achei-me no espírito) apoc.1;10 de acordo com JESUS,o dia do senhor é o sábado….ver ( pois o filho do homem é senhor do sábado) mateus 12;8. está claro…?

    • Rafasoftwares disse:

      Prezado Cirineu, Que a paz do Senhor esteja com você e com os seus.
      Depois da nossa imensa demora está aqui a imensa resposta a seu imenso comentário (risos). Peço desculpa, pois não tenho apenas você para responder, são inúmeros os leitores que me mandam comentários e pedem direção espiritual, portanto vou fazendo tudo de acordo com o que minhas limitações me possibilitam.
      Começarei primeiro falando um pouco o que é o sábado para uma melhor visualização do debate:

      O nome sábado é explicitamente relacionado pela Bíblia (Ex 16, 29-30; 23, 12; 34, 21) com uma raiz que significa “repouso, cessar”. È um dia de descanso semanal, consagrado a IAHWEH que repousou no sétimo dia da criação. A este sentido religioso acrescentou-se uma questão humanitária (Ex 23, 12; Dt 5, 14). A instituição do sábado é muito antiga, mas sua observância tornou-se especialmente importante depois do exílio e veio a ser um sinal do Judaísmo (Ne 13, 15-22; I Macabeus 2, 32-42).

      Feito isso vamos agora direto ao seu comentário:

      as festas de lua novas,as expiações,e a páscoa davam a entender a vinda e morte do GRANDE SUMO SACERDOTE JESUS CRISTO…por isso ao dizer está consumado na cruz era destas leis qe se referia.
      por isso também ao comerem do pão e bebendo do vinho, ele JESUS se refere em dizer »»esse é a carne da minha carne e sangue do meu sangue»» refirindo-se ao pão e vinho como disse.sei qe o irmaõ sabe….ponto 1.

      Bem Novamente vou repetir o versículo que coloco desde o início que parece ser ignorado por todos os adventistas e pelo que eu percebo por você também:

      Colossenses 2, 16 Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados. 17 Tudo isto não é mais que sombra do que devia vir. A realidade é Cristo.

      A palavra Sabatthon é o sábado Judeu, diretamente ligado ao repouso semanal, portanto Paulo fala claramente, para não que os Cristãos não se preocupassem com os que os criticavam pela não guarda do sábado ou das festas.

      2-DEUS não só descançou no sábado,cmo também abençoou e santificou; agora te mostrar porqe qe não ha registo de descanço no sábado de ADÃO até MOISÊS. não sei qal é o seu nível de compreênsão,então se DEUS é o senhor do sábado, como não ha registo na BÍBLIA? se este cápitulo diz claramente qe ele ( DEUS) descançou,abençoou e santificou…não te diz nada? DEUS é antes de tudo e de todos…qto a mim este ponto está claro.êxodo 20;8 em diante.

      Bem, você ainda não me mostrou por que não há nenhum mandamento para que se guardasse o sábado, nem por que ninguém de Adão até Moisés fala de uma guarda de sábado. Sim, Deus Abençoou e o consagrou, porém não mandou ninguém guardar até Moisés, até a Lei não existia nenhuma guarda no sábado, e veja que ele mandou guardar após o dia da Libertação do povo do Egito.

      Quando DEUS deu os dez mandamentos a seu povo,ele também deixou claro qe nenhum ser humano deveria revisar ou editar qualqer instrução dada por seus lábios….( NADA ACRESCENTEM ás palavras qe eu lhes ordeno e delas NADA RETIREM, mas obedeçam aos MANDAMENTOS do SENHOR, o seu Deus,que eu lhes ordeno…..DEUTERONÓMIO 4;2)

      Bem depois dessa sua afirmação vamos ver o que Jesus fez e disse:

      Mateus 22, 36 – 40 Mestre, qual é o maior mandamento da lei? Respondeu Jesus: Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, de toda tua alma e de todo teu espírito (Dt 6,5). Este é o maior e o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18). Nesses dois mandamentos se resumem toda a lei e os profetas.

      Me responda onde está o sábado, nestes mandamentos? Se é tão importante por que Jesus não o citou?
      Jesus Acrescentando algo a Lei:

      João 13, 34. Dou-vos um novo mandamento: Amai-vos uns aos outros. Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. [Um Novo Mandamento] (Grifos e colchetes meus)

      Quando o Rico Perguntou Jesus o que fazer para alcançar a vida Eterna veja o que ele falou:

      Marcos 10, 17-19

      Tendo ele saído para se pôr a caminho, veio alguém correndo e, dobrando os joelhos diante dele, suplicou-lhe: “Bom Mestre, que farei para alcançara vida eterna?”…

      …Conheces os mandamentos:

      1 não mates;
      2 não cometas adultério;
      3 não furtes;
      4 não digas falso testemunho;
      5 não cometas fraudes;
      6 honra pai e mãe.
      Onde se encontra o sábado para que eu possa ter vida eterna guardando ele?
      Reparou que Jesus Nunca citou o sábado quando lhe perguntaram sobre os mandamentos?

      o próprio Deus promete não alterar seus mandamentos.“NÃO violarei a minha aliança NEM MODIFICAREI AS PROMESSAS DOS LÁBIOS´´Salmo 89;34.A bíblia é clara em afirmar qe Deus não mudou o descanso sábatico para o primeiro dia da semana (domingo).

      Ora Deus não modificou a Aliança, Ele criou uma nova aliança, que agora é firmada em Cristo e em volta dele:

      Mateus 26, 27-28 Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados. (Grifos Meus)

      SERÁ QE JESUS MUDOU O SÁBADO?
      DE acordo com JESUS, os dez mandamentos não eram suscetíveis a mudanças,se não vejamos: “NÃO pensem qe vim abolir a lei ou os profetas;não vim abolir,mas cumprir.digo-lhes a verdade. enquanto existirem céus e terra,de forma alguma desaparecerá da lei a menor letra ou o menor traço,até qe tudo se cumpra´´mateus 5;17,18.

      Os primeiros Cristãos já relativizavam o Sábado, o próprio Jesus já relativizava o Sábado, Mt 12, 8; Mc 2, 27, Confira!

      Agora leia:

      João 5, 15- 18. Aquele homem foi então contar aos judeus que fora Jesus quem o havia curado. Por esse motivo, os judeus perseguiam Jesus, porque fazia esses milagres no dia de sábado. Mas ele lhes disse: Meu Pai continua agindo até agora, e eu ajo também. 18. Por esta razão os judeus, com maior ardor, procuravam tirar-lhe a vida, porque não somente violava o repouso do sábado, mas afirmava ainda que Deus era seu Pai e se fazia igual a Deus. (Grifos Meus)

      Hã, Jesus violava o sábado? Isto é um grande problema.

      O profeta Oséias já previa a relativização do sábado:

      Oséias 2, 11 E farei cessar todo o seu gozo, as suas festas, as suas luas novas, e os seus sábados, e todas as suas festividades. (Grifos Meus)

      Engraçado que isso parece muito com as palavras de São Paulo (em Colossenses 2, 10) citadas no início não?
      quanto a este ponto,chego a conclusão qe JESUS também não aboliu a lei.

      JÁ DISSE NO COMENTÁRIO PASSADO,JESUS GUARDAVA O SÁBADO,COMO DE COSTUME…lucas 4;16….se vc desmentir não falo mais com tigo….e terás razão até um dia…e não serei eu responsável pelo seu comentário e perdição eterna….amém.

      O (s) responsável (eis) pela minha “perdição eterna” serão as minhas obras e fé,(Tg 2, 14-26 , e não qualquer outra pessoa.

      Ora Meu caro, é lógico que Jesus guardou o sábado, por que nasceu Judeu!

      Assim como Maria e Ele foram ser purificados no Templo, por que ele nasceu Judeu foi circuncidado, por que você não foi circuncidado que nem Jesus? Jesus não pronunciou nada contra a circuncisão, só depois que Jesus morreu que os apóstolos foram ver que não era mais necessária a circuncisão. Ora a circuncisão foi um sinal da aliança (Gn 17,3-14), por que você não se circuncidou, já que Deus não volta atrás nas alianças dele?

      Tudo isso aconteceu por que Jesus inaugurou a Nova Aliança.

      Ora Jesus não precisava ser purificado por que ele Não tinha nenhuma mancha de pecado, mas ele cumpriu tudo o que estava prescrito, inclusive recebeu o batismo de arrependimento de João Batista, ele também não precisava se arrepender de nada.

      Ou seja, Jesus cumpriu tudo do que era mandado pelo Pai, Após isso Inaugurou a Nova Aliança depois de encravar o antigo documento na cruz.

      SERÁ QE OS APÓSTOLOS MUDARAM O SÁBADO…?

      Eles não mudaram o sábado, ele só passaram a repousar e guardar o domingo.

      Tiago o primeiro líder da igreja primitiva, escreveu o seguinte sobre os dez mandamentos:
      «pois qem obedece a toda lei,mas tropeça em apenas um ponto,torna-se culpado de qebrá-la inteiramente.pós aqele qe disse: não adulterarás,também disse;não matarás.se vc não comete adultério,mas comete assassino,torna-se transgressor da lei» tiago 2;10-11.

      Sim e cadê o sábado nessa história, onde os apóstolos mencionaram o sábado como mandamento a ser guardado no Novo Testamento?

      Infelizmente tenho que lhe dizer que o que Tiago quis dizer neste versículo é exatamente o contrário do que pensas que ele significa, tu isolastes o texto do contexto para virar o pretexto de sua resposta, quando na verdade Tiago está falando dos que querem guardar a Lei dos Judeus em detrimento da lei Cristã.
      Veja que no capítulo anterior e depois nos versículos seguintes a esta passagem que citou que acho que o
      Sr. não leu, o que Tiago diz:

      Tiago 1, 25 Mas aquele que considera atentamente a Lei perfeita de Liberdade.
      Ou seja, a lei que Jesus Levou a perfeição.

      Ai no capítulo 2 Tiago vai e fala que os que guardam a Lei da Escravidão a antiga Lei, se transgridem um único mandamento, transgrediram todos os outros e logo após isso ele nos mostra o que devemos seguir:

      Tiago 2, 12 Falai, pois, e agi como os que hão de ser julgado pela lei de Liberdade.

      Ou seja a nova lei que Jesus veio trazer a lei da revelação Cristã que liberta o homem pela observância dos mandamentos de Jesus.

      Lucas o médico e envagelista da igreja primitiva,relata: « no sábado,saimos da cidade e fomos para beira do rio,onde esperávamos encontrar um lugar de oração.sentamo-nos e começamos a conversar com mulheres qe haviam se reunido ali.»atos 16;13….

      Bem ele apenas mostra que saiu para orar em um dia de sábado, e não para guardar, o que era que eles estavam fazendo ali e não estavam reunidos para a fração do Pão? Como eles faziam todos os dias?

      porqe então reverencia no sábado e não no domingo? porqe a bíblia exalta então a pregação no sábado e não no domingo? descança irmão….e fale de DEUS e faça bem no sábado…é lei….

      Bem no Antigo Testamento eu concordo plenamente com você, já no novo testamento eu não posso concordar, por que todas as Reuniões da Igreja sempre se deram no domingo e nunca no sábado, no sábado eles sempre iam evangelizar os Judeus.

  12. continuação,peço um pouco de paciência da parte do irmão RAFA.vamos lá.
    uma pesqisa das evidências nas escrituras revela qe os apóstolos não fizeram nenhuma tentativa de mudar o dia de descanço de DEUS.do 7º dia para o primeiro dia da semana. o novo testamento menciona o primeiro dia da semana oito (8) vezes.em nenhuma delas o primeiro dia da semana é chamado de dia santo. nem apresenta qalqer indicação de qe deveria ser separado como um dia de adoração.vamos lá analisar de forma crítica as oito vezes qe o primeiro dia da semana é referenciado na bíblia.(1)-as mulheres visitaram o túmulo de JESUS no primeiro dia da semana(MATEUS 28;1).(2)-Quando terminou o sábado, mulheres voltaram a fazer suas atividades seculares no primeiro dia da semana(marcos 16;1,2).(3)-JESUS apareceu primeiro a maria madalena na madrugada do primeiro dia da semana(marcos 16;9). (4)-os seguidores de JESUS voltaram ás suas atividades seculares no primeiro dia da semana(lucas 24;1). (5) maria foi ao túmulo de JESUS e o encontrou vazio no primeiro dia da semana(joão 20;1). (6)- os discípulos reuniram-se ”com medo dos judeus” não para adoração, no primeiro dia da semana(joão 20;19). (7)- paulo pediu aos membros da igreja para consultarem suas economias no primeiro dia da semana,e de acordo cm sua renda,separarem ”uma quantia” para enviar aos pobres em jerusalém (1cor.16;1,2) a passagem não menciona qalqer indício de encontro religioso). e por último (8)-em atos 20;7.lucas fala de uma pregação de paulo feita no primeiro dia da semana num encontro casual de despedida.além disso, paulo pregava todos os dias,e os discípulos repartiam o pão diariamente(atos 2;46).nenhuma dessas passagens bíblica sugere qe os apóstulos pretendiam cessar a observancia do sábado.
    DE ONDE VEIO O DOMINGO?
    Os apóstulos alertaram qe alguns cristãos se afastariam das doutrinas do cristianismo do novo testamento: por isso vigiem! (atos 20;29,31) e foi exatamente isso qe aconteceu.veja alguns historiadores conceituados registram claramente como os cristãos começaram se afastar da pureza apóstolica.as tradições e as doutrinas qe paulo,pedro e os outros fundadores da igreja cristã nunca tinham aceitado foram gradualmente sendo incorporadas a igreja….ali concordo com tigo…qdo dizes qe foi mudado gradativamente….agora uma pergunta se apraxe colocar.QEM MUDOU GRADATIVAMENTE O DIA DE ADORAÇÃO,SERÁ, OS APÓSTULOS, MOSTRA-ME? Jesus é da nossa era.se o senhor diz qe em vida jesus guardou e depois da morte também mas gradativamente foi mudando, então o próprio JESUS perdeu tempo em ir a sinagoga aos sábados cmo de cóstume? não achas engenuidade da parte de qem pensa assim? tolice até, JESUS.cumpre a lei em respeitar o sábado e mostrando ser o dono do mesmo,vive tanto tempo guardando o sábado e depois da morte,depois de cumprir tantos sábados, morrer e abolir a lei? haaaaaaa!!!! não me diz isso,não….outros comentários virão ao longo do debate…..qdo me responderes vou dizer qem mudou o sábado por domingo…haja paz de DEUS em nossas vidas e qe DEUS nos elumine….paz…..

    • Rafasoftwares disse:

      O livro de atos menciona 84 vezes qe o sábado era observado pelos seguidores de cristo,todos abrangendo um priodo de 14 anos depois da ressurreição de CRISTO; 2 sábados em antioquia(atos 13;14,42,44); 1 em filipos (atos 16;13); 3 em tessalônica(atos 17;2,3); 78 sábados em corintos, como disse no comentário passado( atos 18;4,11)…. PAULO não era ingenuo,se ia só debater e não reverenciar o sábado do senhor,diria e não perderia tanto tempo em falar aos irmãos primitivo e não lhes mostrar o domingo como dia de oração,não achas irmão? porqe então paulo perdeu tantos sábados e deixar de trabalhar para ir apenas convencer os irmãos,neste dia…..? responda-me com provas bílica,por favor….

      Bem só achei o sábado mencionado 15 vezes no máximo mencionado em Atos.

      Bem, não é necessário respostas bíblicas para este seu comentário, apenas respostas lógicas:

      1. O Sábado era o dia em que os Judeus se reuniam nas sinagogas, portanto era o dia em que Paulo podia encontrar todos para poder pregar a muitos e não poucos.
      2. Paulo não estava deixando de trabalhar por que a missão dele era levar o evangelho as criaturas, portanto estava ali para pregar aos judeus que só estavam disponíveis em sua maioria nos sábados.
      3. Você no seu próprio argumento, já responde tudo sem perceber, Paulo no sábado ia debater com os judeus por que no domingo ele iria está adorando a Deus e participando da Fração do pão (missa).

      joão o último dos doze apóstolos a morrer, guardou o sábado.ele escreveu:
      (no dia do senhor achei-me no espírito) apoc.1;10 de acordo com JESUS,o dia do senhor é o sábado….ver ( pois o filho do homem é senhor do sábado) mateus 12;8. está claro…?

      Bem, você está querendo forçar a bíblia dizer o que ela não diz, quando Jesus falou que ele era senhor até do sábado, Ele quis dizer que tudo está debaixo do poder d’Ele e não que o sábado era o dia d’Ele. A palavra usada em Mateus para Senhor é KURIOS e a Palavra Usada no Apocalipse é KYRIAKE, logo não significa a mesma coisa, mesmo que Jesus estivesse falando que o Sábado era propriamente um dia dele.

      Note ainda, que a expressão “kyriake hemera” (Dia do Senhor), inventada por S. João, não se encontra em nenhum lugar na Septuaginta (tradução grega das Escrituras Sagradas do AT). Logo ele quis se referir a um novo dia.

      Portanto João deu um novo sentido ao Dia do Senhor, ou seja, o DOMINGO.

      O novo testamento menciona o primeiro dia da semana oito (8) vezes.em nenhuma delas o primeiro dia da semana é chamado de dia santo. nem apresenta qalqer indicação de qe deveria ser separado como um dia de adoração.
      vamos lá analisar de forma crítica as oito vezes qe o primeiro dia da semana é referenciado na bíblia.
      (1)-(MATEUS 28;1). (2)- (marcos 16;1,2). (3) -(marcos 16;9). (4) – (lucas 24;1).
      (5) – (joão 20;1). (6)- (joão 20;19). (7)- (1cor.16;1,2). (8)-atos 20;7.

      Como citastes todas estas passagens e falaste que os apóstolos não guardavam o domingo, pergunto, onde é mencionado que eles guardavam o sábado, por que em nenhum dia aparece a reunião da Igreja no Sábado?

      Como pode ver nas passagens depois da ressurreição de Jesus e não antes, o centro da celebração Cristã era a Fração do Pão, logo qual foi o dia mais citado na fração do Pão? E por que o sábado não é citado em nenhum momento como tendo a fração do Pão?

      E se o sábado era tão importante por que Jesus se revelou no domingo e não no dia d’Ele?

      ONDE VEIO O DOMINGO?

      De Jesus.
      Os apóstulos alertaram qe alguns cristãos se afastariam das doutrinas do cristianismo do novo testamento: por isso vigiem! (atos 20;29,31) e foi exatamente isso qe aconteceu.veja alguns historiadores conceituados registram claramente como os cristãos começaram se afastar da pureza apóstolica.as tradições e as doutrinas qe paulo,pedro e os outros fundadores da igreja cristã nunca tinham aceitado foram gradualmente sendo incorporadas a igreja….ali concordo com tigo…qdo dizes qe foi mudado gradativamente….agora uma pergunta se apraxe colocar

      Claro, surgiram muitas heresias no cristianismo primitivo e todas foram combatidas pelos Pais Apologistas como Irineu, Orígenes dentre outros.

      Bem como citastes história vou mostrar aqui os testemunhos desses primeiros Cristãos sobre a guarda do domingo:

      “Outros, de novo, certamente com mais informação e maior veracidade, acreditam que o sol é nosso deus. Somos confundidos com os persas, talvez, embora não adoremos o astro do dia pintado numa peça de linho, tendo-o sempre em sua própria órbita. A idéia, não há dúvidas, originou-se de nosso conhecido costume de nos virarmos para o nascente em nossas preces. Mas, vós, muitos de vós, no propósito às vezes de adorar os corpos celestes moveis vossos lábios em direção ao oriente. Da mesma maneira, se dedicamos o dia do sol para nossas celebrações, é por uma razão muito diferente da dos adoradores do sol. Temos alguma semelhança convosco que dedicais o dia de Saturno (Sábado) para repouso e prazer, embora também estejais muito distantes dos costumes judeus, os quais certamente ignorais” (Tertuliano 197 d.C. Apologia part.IV cap. 16).

      Tertuliano falando aos pagãos que diziam que os Cristão estavam adorando o Deus sol no domingo.

      “Reúnam-se no dia do Senhor [= dominica dies = domingo] para partir o pão e agradecer, depois de ter confessado os pecados, para que o sacrifício de vocês seja puro” (Didaqué 14,1 – primeiro catecismo cristão, escrito no séc. I, mais precisamente no ano 96 dC)

      Santo Inácio, Bispo de Antioquia, que segundo a Tradição foi a criança que Cristo pegou no colo em Mc 3,36, também confirma a Doutrina Apostólica do Domingo:
      ” Aqueles que viviam na antiga ordem de coisas chegaram à nova esperança, e não observam mais o sábado, mas o dia do Senhor, em que a nossa vida se levantou por meio dele e da sua morte. Alguns negam isso, mas é por meio desse mistério que recebemos a fé e no qual perseveramos para ser discípulos de Jesus Cristo, nosso único Mestre. Como podemos viver sem aquele que até os profetas, seus discípulos no espírito, esperavam como Mestre? Foi precisamente aquele que justamente esperavam, que ao chegar, os ressuscitou dos mortos. 10. Portanto, não sejamos insensíveis à sua bondade. Se ele nos imitasse na maneira como agimos, já não existiríamos. Contudo, tornando-nos seus discípulos, abraçamos a vida segundo o cristianismo. Quem é chamado com o nome diferente desse, não é de Deus. Jogai fora o mau fermento, velho e ácido, e transformai-vos no fermento novo, que é Jesus Cristo. Deixai-vos salgar por ele, a fim de que nenhum de vós se corrompa, pois é pelo odor que sereis julgados. É absurdo falar de Jesus Cristo e, ao mesmo tempo judaizar. Não foi o cristianismo que acreditou no judaísmo, e sim o judaísmo no cristianismo, pois nele se reuniu toda língua que acredita em Deus ” (Carta de Santo Inácio de Antioquia aos Magnésios. 101 d.C.) (grifos meus).

      .
      Do terceiro século temos o testemunho de Hipólito de Roma, que também confirma a Tradição Apostólica de celebrar o culto cristão no Domingo:

      “No domingo pela manhã, o bispo distribuirá a comunhão, se puder, a todo o povo com as próprias mãos, cabendo aos diáconos o partir do pão; os presbíteros também poderão parti-lo. Quando o diácono apresentar a eucaristia ao presbítero, estenderá o vaso e o próprio presbítero o tomará e distribuirá ao povo pessoalmente. Nos outros dias, os fiéis receberão a eucaristia de acordo com as ordens do bispo” (Hipólito de Roma 220 d.C Tradição Apostólica part III) (grifos meus).

      Logo Estudando a História veremos que realmente a Igreja Cristã Guardava o Domingo.

      Peço ao sr. que leia mais sobre o cristianismo primitivo e veja como pensavam os primeiros cristãos e como eles viviam.

      QEM MUDOU GRADATIVAMENTE O DIA DE ADORAÇÃO,SERÁ, OS APÓSTULOS, MOSTRA-ME?

      Os próprios apóstolos, veja que depois que Jesus subiu aos céus, passou se muitos anos e a circuncisão ainda era feita pelos Cristãos, então os apóstolos no I Concílio da Igreja decidirão não impor mais aos convertidos a circuncisão:

      Atos 15, 5. Mas levantaram-se alguns que antes de ter abraçado a fé eram da seita dos fariseus, dizendo que era necessário circuncidar os pagãos e impor-lhes a observância da Lei de Moisés….

      … Atos 15, 20-21 Mas que se lhes escreva somente que se abstenham das carnes oferecidas aos ídolos, da impureza, das carnes sufocadas e do sangue. Porque Moisés, desde muitas gerações, tem em cada cidade seus pregadores, pois que ele é lido nas sinagogas todos os sábados.

      Onde está a observância do sábado para os Pagãos? De onde Tiago tirou que não era mais preciso observar a lei de Moisés? Se isso não foi gradativamente mudando então onde foi mudado definitivamente já que os apóstolos demoraram tanto tempo para definir?

      Veja que Tiago falou que Moisés era lido nos sábados nas sinagogas e não nas assembléias Cristãs.

      Jesus é da nossa era.se o senhor diz qe em vida jesus guardou e depois da morte também mas gradativamente foi mudando, então o próprio JESUS perdeu tempo em ir a sinagoga aos sábados cmo de cóstume?

      Como lhe falei, Jesus era Judeu e cumpriu todas as observâncias judaicas até mesmo a purificação quando nasceu, sem precisar. Portanto ele vivia como Judeu, depois da SUA RESSURREIÇÂO que ele inaugurou uma nova economia e uma nova aliança.

      Em momento algum em meus comentários falei que Jesus guardou após a ressurreição dele, até por que ele ressuscitou no Domingo. Apenas falei que os apóstolos não iriam mudar todas as coisas judaicas para cristãs repentinamente como já mostrei anteriormente.

      não achas engenuidade da parte de qem pensa assim? tolice até, JESUS.cumpre a lei em respeitar o sábado e mostrando ser o dono do mesmo,vive tanto tempo guardando o sábado e depois da morte,depois de cumprir tantos sábados, morrer e abolir a lei? haaaaaaa!!!! não me diz isso,não….

      Pois é eu digo, infelizmente você não está sabendo separar o exemplo da vida de Jesus da salvação que ele veio nos trazer.

      Pra que então ele foi batizado com o batismo de arrependimento de João e foi Purificado no templo quando nasceu? Quando um bebê nasce entre vocês adventistas vocês levam ao templo para purificar ele e a mãe, Por que se tornaram impuros por causa do nascimento?
      Seria uma tolice não, Jesus ser batizado e ser purificado?
      Jesus foi cumpridor da Lei, levou a perfeição e aboliu a Letra de Moisés.
      Mais Claro do que isso só se pintar.

      In Cord Iesu, Semper,
      Rafael Rodrigues.

  13. Manuel disse:

    È interessante estudando a história do Cristianismo a Igreja Católica é a única no mundo que durante 2000 anos nunca mudou os seus ensinos as suas doutrinas.

    Os bispos sempre ensinaram a mesma coisa,porque a verdade nunca mudou.

  14. por favor irmão,postem os meus comentários e respondam…estou aguardando….qe o espirito santo vos e ilumine….paz.

  15. por favor…estou aguardando-vos,já la vão 3 semanas…irmãos, também trabalho e tenho outros afazeres, mais qdo a qestão é palavra de Deus…deixo os outros assuntos no segundo plano…respondam-me…,mostrem-me txt´s na bíblia por favor…desejo-vos muita paz… e saudações cristãs…sempre a considerar…

    • Rafasoftwares disse:

      Caro Cirineu, Desculpe a Imensa Demora em sua resposta, a questão é a falta de tempo de entrar na internet para poder responder a todos os leitores e cuidar das coisas pessoais, por isso algumas coisas estou até delegando que outros irmãos de apostolado o fação para que o apostolado seja mais eficiente.

      Já estou respondendo seu comentário sábado provavelmente já posto aqui.

      PAX,

      In Cord Iesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

  16. Rafasoftwares disse:

    Cirineu, Estão ai suas respostas é só olhar, e enviar sua tréplica se tiver.

    a paz!

  17. haja paz,irmão…saudações cristãs Bem:
    não é necessário respostas bíblicas para este seu comentário, apenas respostas lógicas:
    sua resposta irmão,com relação a pergunta qe lhe fiz sobre a reverencia de paulo ao sábado…
    como não usar a bíblia se ela é qe deve nos guiar,como crentes cristãos??? vés como vocês católicos dão primazia a tradição humana e não preceitos bíblicos…? encaixando-se perfeitamente neste texto;em vão me adoram ensindo doutrinas não de Deus,mas doutrinas de homens…
    Santo Inácio, Bispo de Antioquia, que segundo a Tradição foi a criança que Cristo pegou no colo em Mc 3,36, também confirma a Doutrina Apostólica do Domingo:
    não conheço e nunca ouvi falar…desculpa pela ignorancia,estou a ser sincero…
    E se o sábado era tão importante por que Jesus se revelou no domingo e não no dia d’Ele?
    porqe no sábado descançou como de costume…não consegues enchergar a verdade,não irmão??? mais uma referencia ao sábado; no findar do sábado,…(vê só como o domingo é ignorado pelo autor deste texto,e não fui eu) ao entrar o «primeiro dia da semana» maria madalena e outra maria foram ver o sepulcro.
    Peço ao sr. que leia mais sobre o cristianismo primitivo e veja como pensavam os primeiros cristãos e como eles viviam.
    sobre este assunto só consigo divizar atropelos da parte da vossa majestade (risos),… tanto do cumprimento da biblia, como muita sangria mesmo…matanças e mais matanças….a supremacia papal começou no ano 538 de nossa era e terminou em 1798…cumprindo assim a profecia de daniel 7…o da ponta pequena sei que o irmão sabe bem deste texto…foi tempo,tempos e metade de um tempo…três anos e meio ou seja 1.260 dias. vou falar mais um pouco de daniel 7…lê de forma profunda o verciculo 25…«proferirá palavra contra o altíssimo,magoará os santos do altíssimo e cuidará em mudar os tempos e a lei; e os santos lhe serão entregue nas mãos,por um tempo,dois tempos, e metade de um tempo….encacha perfeitamente com o reinado papal,não??? a pena é que o verciculo a seguir deste dá o veredito final,mas, depois se asentará o tribunal para lhe tirar o dominio,para o destruir e o consumir até o fim….profecia cumprindo-se na risca e na íntegra….ha!! como a verdade dói….
    1 não mates;
    2 não cometas adultério;
    3 não furtes;
    4 não digas falso testemunho;
    5 não cometas fraudes;
    6 honra pai e mãe.
    Onde se encontra o sábado para que eu possa ter vida eterna guardando ele?
    Reparou que Jesus Nunca citou o sábado quando lhe perguntaram sobre os mandamentos?
    Jesus foi cumpridor da Lei, levou a perfeição e aboliu a Letra de Moisés.
    o sábado,irmão rafa está incluso nestes mandamentos…JESUS estava a falar com um judeu e o mesmo já guradava o sábado,(como o irmão ja reparou). e faltava a outra parte,então JESUS fez-lhe recordar os outros mandamentos…ou seja JESUS não queria ser repetitivo de toda lei…pós esses ditos fazem parte dos 10 mandamentos…sim ou não???
    haja paz…..passe bm irmão

    • Mari disse:

      Com toda a certeza, Concordo absolutamente. Sem contar que, nós que estudamos a Bíblia á luz do Espirito Santo, sabemos que o sábado fazia parte da lei cerimonial, e essa lei foi abolida na cruz.
      Nós, cristãos de sã consciência sabemos que Jesus Cristo era e é Santo, Ele nunca teve natureza pecaminosa como dizia a srª White. Jesus Cristo é nosso únido e soberano Redentor, os adventistas acredita, por causa da profetisa deles, que os pecados deles foram perdoados, mas não cancelados e que Deus vai lançar os pecados deles no diabo para assim, ele pagar a “dívida” dos pecadores arrependidos ( meu, a Bíblia deixa bem claro que Jesus Cristo pagou nossa dívida, Ele levou nossos pecados na cruz do calvário…já era, quando uma pessoa se converte a Jesus, seus pecados são perdoados e esquecidos por Deus) eles fazem, assim, o diavo de co-redentor deles…que blasfêmia, mesmo que eles não gostem que falem assim…mas, vamos analisar…. se para eles é o diabo quem pagará a dívida deles…então, automaticamente é satanás o co-redentor deles…. que lástima…Desejo do fundo do meu coração que Deus tenha piedade desse povo e abra os olhos deles, para que eles realmente sejam salvos pelo verdadeiro Senhor Jesus Cristo, O ÚNICO! Graças a Deus, já tem vários ex membros, ex pastores e etc; del á, como o Senhor disse: sai dela povo meu! que eles abram os corações e analisem direito a Bíblia somente com a direção do Espirito santo e não á luz dos “escritos inspirados” da White. Uma vez que, nenhum livro dela é tão inspirado como a Bíblia, o único livro mais inspirado que existe é a Bíblia ( a palavra do Próprio Deus Criador e Pai)…Ah Pai, abre os olhos deles Senhor!

  18. Anônimo disse:

    E até o Guilherme miller teve a humildade de reconhecer que estava errado e voltou para a igreja a que pertencia antes de fazer essas falsas profecias.
    Ai, de repente, uma pessoa que já tinha problemas mentais desde criança, pois para quem não sabe a Ellen White ficou com problemas mentais após levar uma pedrada na cabeça quando criança, e funda uma “religião” em cima daquelas falsas profecias…meu Deus, como podem sere tão incautos na fé? se cada adventista ao menos um livro da Ellen White e comparasse com a Bíblia Sagrada, eles, pela misericórdia de Deus, enxergariam a verdade…foi o que aconteceu com uma ex adventista, eu me atrevo a deixar aqui o site no qual a entrevista se encontra:

    Neste site tem muitos estudos muito bons e que abrem os nossos olhos contra a seita, observando uma coisa: não temos nada contra quem frequenta a adventista, nunca e jamais, eles são pessoas quem o Senhor Jesus ama, da mesma forma que Deus me ama e ama a todos vocês, Ele ama também os adventistas… mas, Deus ama a pessoa e não os erros que ela comete.
    Vamos orar para que Deus convença aos adventistas da verdade!

  19. desculpe-me pelo atrevimento,pelo qe sei única verdade está na bíblia….agora o qe este(a) senhor (a) disse é apenas favas…peço perdão uma vez mas…mais não disseste nada da bíblia…erro crasso qdo se trata de debate religioso…agora para tua boa informação, os adventistas não dependem únicamente nos escritos da senhora ellen white…mais sim do livro sagrado…outra informação na bíblia só vejo uma igreja e a mesma manda ou diz para adorar Deus num dia especial….o sábado do sétimo dia….não são palavras de ellen white…mas sim de Deus…senhor (a) anónimo (a)….lê êxodo 20-8 em diante saberás a verdade,não da senhora white,mas a verdade de Deus…lé também o apocalipse 12-17.qem são os qe guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de JESUS…?

    não se trata de história de homens ou coisa do género…mais qem escreveu os mandamentos não foi homem nenhum, mas o DEUS TODO PODEROSO….dos seus dedos saiu a lei,moral os dez(10) mandamentos….nem foi Moisês qem os escreveu….

    passe bem,senhor(a) e irmão (a) anónimo(a)….qe DEUS te abençoe grandemente…. paz não a dos homens…mas paz qe não se corrompe…«a minha paz vos dou,não como os homens os dão»….

  20. Alex Rocha disse:

    Amados irmãos. Acompanhei com carinho todos os comentários e discórdias a respeito de temas bíblicos e digo-vos que muito me agradou o conteúdo em discussão. Mas deveis considerar que o que esta em jogo são suas preciosas almas para a eternidade e não suas sabedorias da Palavra. Lembrem que em todas gerações á irmãos que não conhecem letras ou o manejo da palavra e, ainda assim, estarão com Jesus no reino eterno porque simplesmente e sinceramente creram Nele como salvador.
    O adventista crê que faz o certo guardar o sábado.
    O católico acredita que o correto é guardar o domingo.
    O testemunha de Jeová diz que é importante difulgar o nome de Deus.
    O Mórmom convence que Jesus tambem esteve na America Central.
    Acredito que esses pontos de vista ou interpretações não fazem diferença nenhuma aos olhos de Deus porque isso é natural nesse mundo de rica diversidade em tudo incluindo a natureza humana. Talvez a razão esteja naquele humilde camponês que antes de começar a sua labuta diária, ergue os olhos para o alto e diz simplesmente “esteja comigo meu Deus” e no final do dia “Obrigado por tudo meu Senhor” A paz do Senhor esteja com todos. Amém

  21. SanTiago disse:

    Passei a ver a igreja adventista com outros olhos depois dessa matéria e depois do blog->>>
    http://exadventistas.blogspot.com
    Tudo sobre os adventistas, direto de quem já foi um!

    • T. B. Riker disse:

      Plágio: Segundo o Dr. Roger Coon, há plágio quando um escritor toma propositalmente o material literário de outro escritor e o transforma para seu próprio uso (tipo de “apropriação” literária). Tal atitude visa a persuadir o leitor de que ele – o “copiador” – é na verdade o criador original dessas palavras e ideias.

      Empréstimo Literário: quando um escritor utiliza e emprega as ideias (as vezes até a fraseologia) de outro escritor para reforçar determinado aspecto, a fim de salientar uma ideia em seu texto. Sendo assim, de acordo com as leis literárias, a prática do empréstimo literário não constitui plágio.

      Vejamos uma importante informação: ELLEN G. WHITE E O USO DE FONTES; Artigo extraído da Revista Adventista, junho de 1982, pp. 6 e 7 – disponivel em: http://www.centrowhite.org.br/textos.pdf/02/refer%C3%AAncia_8e.pdf

      “Ellen G. White não pode ser acusada de plágio ou de haver infringido as leis dos
      Direitos Autorais. Esta é a opinião de Vincent L. Ramik, sócio principal da firma Diller,
      Ramik & Wight, Ltd., que é um advogado especialista em Patentes, Marcas
      Registradas e Direitos Autorais, em Washington, D.C.

      O Dr. Ramik começou a pesquisar os escritos de Ellen G. White quando Warren L.
      Johns, chefe do Departamento Jurídico da Associação Geral, solicitou os serviços da
      Diller, Ramik & Wight em abril de 1981, em razão das acusações feitas aos escritos da
      Sra. White por Walter Rea, que na ocasião era pastor da Igreja de Long Beach,
      Califórnia, EUA.

      Ramik, católico romano, dedicou mais de 300 horas investigando cerca de mil casos
      na história jurídica americana. Ele concluiu seu parecer legal de 27 páginas com uma
      inequívoca declaração: “Baseando-se no estudo dos fatos e precedentes legais…
      Ellen White não cometeu plágio, e suas obras não infringem as leis dos Direitos
      Autorais.”

      Ramik descobriu que muitos dos livros cujas citações foram utilizadas pela Sra. White,
      não estavam protegidos por Direitos Autorais. Afirma ele, porém, que ainda que os
      livros estivessem sob a proteção de Direitos Autorais, o uso de frases, ou mesmo de
      diversos parágrafos, não se constituiria infração da lei dos Direitos Autorais, nem
      plágio, tampouco.

      “Se tais casos fossem levados à Justiça, entre os anos de 1850 e 1915, Ellen White
      não seria declarada culpada de infringir as leis dos Direitos Autorais”, concluiu Ramik.

      O advogado achou irônico o fato de que os mais severos críticos de Ellen G. White
      ofereciam “a melhor evidência disponível” para se sustentar a tese de não infração das
      referidas leis.

      “Em nenhum lugar”, assinala Ramik, “encontramos os livros de Ellen White seguindo
      virtualmente o ‘mesmo plano e caráter’, de seus antecessores. Tampouco
      percebemos, nem outros autores fizeram qualquer referência ao fato, alguma possível
      intenção de Ellen White tentar disputar a mesma classe de leitores e compradores.”
      Em lugar disso, ela invariavelmente introduzia considerável quantidade de material
      novo àquele de que se servia, indo muito além de meras “paráfrases superficiais”,
      criando, efetivamente, uma obra literária completamente original.

      Ademais, “a própria compilação das obras de Ellen G. White indubitavelmente revela
      seu trabalho e habilidade. Sendo que não copiou (e a evidência claramente o
      estabelece) em quantidade substancial, trechos de obras anteriores, ela se mantém
      perfeitamente dentro dos limites legais. “Além disso, uma vez que os materiais foram
      selecionados de diversas fontes, e combinados com certas passagens da obra
      original, demonstrando discernimento, habilidade e experiência, o seu uso ‘foi
      honesto’.”

      A intenção é a principal atitude que deve ser levada em conta nos casos de plágio; e
      Ramik acredita ter provado, não somente através de declarações publicadas pela Sra.
      White, mas também os seus próprios críticos o admitem, que ela não teve a intenção
      de se apropriar por meio de fraude de outras produções literárias.

      “Procedendo unicamente com as melhores intenções e motivos”, continua Ramik, “a
      Sra. White modificou, exaltou e aperfeiçoou”, de maneira ética e legal, boa parte
      daquilo que outros haviam escrito.

      “É impossível imaginar que a intenção da Sra. White, tal como o refletem seus escritos
      e o prodigioso esforço dispendido na sua produção, tivesse sido outra que não aquela
      motivada pela sinceridade e altruísmo ao falar sobre as verdades bíblicas de modo
      coerente, para que todos as pudessem compreender.

      “Sem dúvida alguma, a natureza do conteúdo de seus escritos baseava-se apenas em
      uma esperança e num só intento: que a humanidade pudesse compreender a Palavra
      de Deus.”
      …………

      Os empréstismos literários de Elle diminuem em qualquer grau sua “inspiração”?. Muita coisa que ela escreveu não foram originárias dela; nem foram fornecidas por uma revelação divina. Isso significa que alguns de seus escritos não foram inspirados?

      Paulo, escreveu aos Coríntios: ” As más conversações corrompem os bons costumes” (I Cor 15:33). Saiba que tal verso é do poeta grego Menander, que viveu três séculos antes de Jesus, o Cristo. Paulo não faz menção de Mander como sendo o autor e nem sequer sugere que seja uma citação. O provérbio não era original de Paulo; mas aceitamos como inspirados.

      Em Tito 1. 12; Atos 17: 28. São Paulo cita Epimênides de Creta, que seis séculos antes de Jesus Cristo, escreveu:

      “Eles formaram para Ti um túmulo, o Santo e Elevado – Os cretenses, sempre mentirosos, bestas malignas, ventres ociosos:

      Mas Tu não estás morto: Vives e permaneces para sempre, Pois em Ti vivemos e nos movemos e existimos”.

      Etc

      Lucas não adquiriu suas informações através de visões ou sonhos, mas de sua própria pesquisa..

  22. T. B. Riker disse:

    Que a Graça e a Paz de Deus,,

    Vamos aos fatos verdadeiros

    Primeiramente, Rafa, os fundadores do adventismo sabatista não foram batistas, como o senhor escreveu. Nada melhor do que um adventista para negar tal erro.

    Irei usar o livro do historiador adventista, Dr. George R. Knight: EM BUSCA DE IDENTIDADE – O DESENVOLVIMENTO DAS DOUTRINAS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA.

    Conforme Nosso querido imrão knight.

    “O protestatismo norte-americano do século 19 era filho da Reforma do século 16. Muitos adventistas sabem disso, mas erroneamente concluem que sua Igreja é herdeira das ramificações reformistas inicidas por Martinho Lutero, João Calvino ou Ulrico Zuínglio. Embora seja verdade que o conceito de salvação pela graça mediante a fé tenha vindo dos principais reformadores, a orientação teológica do adventismo tem mais a ver com aquilo que os historiadores eclesiásticos chamam de a Reforma Radical ou os anabatistas”. (p. 29).

    Assim, já podemos ter apenas uma noção do motivo que tantos catolicos ou protestantes nos perseguem.

    Diz Knight:

    Enquanto a tronco principal da Reforma conservou crenças como o batimso infantil e o patrocínio estatal da igreja, os anabatistas rejeitaram ambas as doutrinas como antibíblicas. (…). Embora os principais reformadores tenham desenvolvido o conceito da sola scriptura (a Bíblia Somente), os anabatistas achavam que as principais igrejas reformadas não eram coerentes com essa crença. O anabatismo pretrendia um retorno completo aos ensinos da Bíblia. Para os anabatistas, era um erro parar onde Lutero, Calvino e Zuínglio tinham parado teologicamente. Em seu melhor, o anabatismo era um afastamento da tradição igrejeira e da formulação de credos, e uma aproximação dos ideais da Igreja do Novo testamento…
    (…)
    Como os anabatistas, os retauracionistas tinham uma visão radical da sola scriptura. Exigiam evidência bíblica para cada proposição apresentada.

    Um ramo do movimento restauracionalista de importância especial para os adventistas do sétimo dia foi a Conexão Cristã. Tiago White e José Bates (dois dos três fundadores do adventismo) eram membros da Conexão Cristã.

    De modo geral, a Conexão Cristão causou grande impacto sobre o adventismo milerita e posteror adventismo sabatista. Além dos padrões gerais de pensamento, bastam dois grandes exemplos. O primeiro é Bates, o opóstolo do sábado, conceberia o sábado do sétimo dia como uma das coisas que precisavam ser restauradas na igreja antes da volta de Cristo. (SDS [1847], pág. 60). O segundo é que Bates e White, devido à sua formação restauracionista, introduziram seu antitrinitarismo no adventimo (…). (p. 31)

    ….
    Uma terceira orientação que desempenhou papel significativo no primitivo contexto teológico do adventismo foi o metodismo. Ellen era da Igreja metodista…

    Em suma, dizer que somos protestantes da reforma é um erro. E dizer que nossos fundadores foram batistas, também é um erro.


    Tenho dito, se o senhor realmente que refutar os ensinos dos adventistas, saiba que primeiramente tem que estudar tais ensinos – para poder dizer que estão errados….

    ….

    Tenho dito — assunto encerrado?

  23. Bom… Os primeiros cristãos, notaram que havia algo diferente na Ressurreição de Cristo.. e que na Ressurreição de Jesus, de alguma forma a criação estava sendo refeita .. Bem, a gente sabe como é o relato da criação do mundo em gênesis, Deus criou o mundo em 6 dias, quando Ele terminou a criação, viu que tudo era bom, e que o homem era muito bom, e no sétimo dia Ele descansou, então nesse sétimo dia Deus criou esse shabat, esse momento de paz, de alegria, de felicidade, de repouso, mas a gente sabe que a história não terminou por aí.. Infelizmente foi perturbada por uma realidade chamada pecado… E o pecado quebrou esta bondade, ele fez que de alguma forma a criação fosse maculada, tem alguma coisa que não está funcionando no mundo.. Então o que é que Deus faz? Deus saiu do seu repouso.. Deus não está mais no sétimo dia de repouso, Deus está no oitavo.. O dia que Ele saiu do seu repouso e vai na direção do homem para resgatá-lo… Jesus vem ao mundo, morre na cruz, e ressuscita. Quando? No oitavo dia.. Depois do sétimo dia ou seja, no domingo, o oitavo dia da criação.. É claro que a semana continua tendo 7 dias, mas o domingo tem essa dupla identidade.. A dupla identidade do domingo consiste no fato de que ele é o primeiro dia da criação, a criação bonita, como Deus a sonhou, e é também, o dia da re-criação, o dia em que nós de alguma forma somos criados novamente, porque Cristo ressuscita, fazendo com que a nossa natureza humana que estava de alguma forma manchada pelo pecado, fosse redimida.
    É por isso que testemunham os padres apostólicos e apologetas, com estes escritos:

    Didaqué (~ 70 dC): “Reunidos cada dia do Senhor, parti o pão e dai graças, depois de terdes confessado os pecados para que o vosso sacrifício seja puro”. – Qual é o “dia do Senhor”? Veja At 20,7!

    Santo Inácio de Antioquia (~ 85 dC): “Por isso, os que se criaram na antiga ordem das coisas vieram à novidade da esperança, não guardando o sábado, mas vivendo segundo o domingo, dia em que também amanheceu a nossa vida” (Epístola aos Magnésios, 9).

    Epístola de Barnabé (~ 95 dC): “Portanto, nós guardamos o oitavo dia para O celebrar. Nesse dia, Jesus ressuscitou dos mortos e, depois de se manifestar, subiu aos céus”.

    São Justino Mártir (~ 150 dC): “Mas o domingo é o primeiro dia em que todos celebramos a nossa assembléia comum, porque é o primeiro dia em que Deus, tendo realizado uma mudança nas trevas e na matéria, fez o mundo, e Jesus Cristo, nosso Salvador, foi nesse mesmo dia que ressuscitou dentre os mortos” (1Apologia, 67).

    Pax Domini!

  24. Weverson G. de oliveira disse:

    O Pr. Enoch De Oliveira escreveu o seguinte sobre o livro The White Lie (A Mentira Branca), de Walter Rea, crítico de Ellen White:

    “… além de alguma repercussão lograda em alguns diários e publicações especializados, o impacto logrado por Walter Rea sobre a Igreja foi insignificante e inexpressivo” – A Mão de Deus ao Leme (Santo André, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1985), p. 141.

    Porém, mesmo as alegações de tal acusador não tendo tido significância, críticos desinformados têm usado o livro de Rea como “argumento” para atacar Ellen White, minar a confiança das pessoas em seu dom profético e criar barreiras entre os adventistas os demais cristãos.

    Rea foi um pastor da igreja Adventista de Long Beach, Califórnia, que, depois de um período de dúvidas e conflitos denunciou a Sra. White de haver violado os direitos autorais (copyright). Em uma entrevista publicada em um diário da Califórnia ele concluiu:

    “Seus escritos não procedem de Deus; são produto da imaginação humana” – Los Angeles Times, 13 de novembro de 1980.

    O que poucos críticos sabem é que Rea plagiou Dudley Marvin Canright, o primeiro grande crítico do adventismo (que ironia: um “defensor” dos direitos autorais plagiando outro escritor…). Canright se revoltou contra Ellen White por que ela não apoiava certas coisas que ele fazia.

    Ao usar as mesmas acusações de Canright, Walter Rea foi deselegante, irreverente e cínico. Não usou do espírito cristão ao abordar o assunto, evidenciando assim sua má fé e falta de interesse em saber a verdade.

    O fato de uma pessoa se tornar inimiga de outra por ter sido repreendido por ela (de maneira honesta e amiga) já deveria levar os prudentes a se perguntarem: “é digno de confiança o testemunho de uma pessoa como Canright que, ao invés de mudar (e perdoar), atacou uma pessoa só por ela ter sido contra seu estilo de vida?” “É digno de crédito o material de Rea, que é fruto do plágio dos escritos de uma pessoa indisposta a perdoar?”

    A essência dos erros interpretativos de Walter Rea

    Muitos cristãos têm um conceito errado sobre a maneira como Deus atua para inspirar um profeta. Acreditam que o Senhor inspira cada palavra (isso é chamado de Inspiração Verbal) de modo que, se uma pessoa cometer algum erro até mesmo sobre datas históricas, tal profeta é falso. Entre esses cristãos está Rea, autor do The White Lie.

    Pelo fato de a Sra. White usar outros autores para transmitir os conselhos divinos ele concluiu que ela havia sido “plagiadora” e não uma mensageira de Deus. Ora, essa mesma crítica pode ser dirigida a Lucas, pois, ele escreveu o terceiro evangelho da Bíblia com base nas informações de terceiros (Lc 1:1-4).

    Precisamos entender (e Rea não quis fazer isso) que Deus inspira o profeta e não as palavras dele. O Senhor atua na mente da pessoa e permite que ela escolha suas próprias palavras para expressar os conceitos divinos. Isso é bíblico, como podemos ver em Gênesis 9:11-16. Deus garantiu que, sempre que enxergasse o arco-íris no céu, se lembraria do Seu acordo em não mais destruir a Terra com águas do dilúvio. Sabemos que Deus não iria se esquecer de sua promessa. Isso é impossível. Moisés apenas descreveu o interesse do Criador em linguagem humana para que melhor pudéssemos compreender a promessa do Senhor.

    Outra exemplo interessante podemos encontrar ao compararmos o relato do Sermão do Monte em Mateus 5-7 e em Lucas 6. O evento é o mesmo, porém, as palavras utilizadas foram diferentes. Perceba que Deus inspirou ambos os autores; apenas permitiu que cada um expressasse suas ideais com base na própria visão de mundo e maneira de perceber os acontecimentos.

    Em alguns momentos Deus ditou ao profeta aquilo que ele deveria escrever (Jr 36:2). Noutra ocasião, o Criador pessoalmente escreveu Sua mensagem – os Dez Mandamentos, como podemos ler em Êxodo 31:18. Porém, no geral, Ele inspira o pensamento (Inspiração Dinâmica) e, para que esse profeta possa comunicar em linguagem humana a vontade divina, o Espírito Santo o guia até mesmo na seleção de ideias contidas em outros materiais não inspirados (Judas 1:9; 14, 15. Aqui o autor bíblico citou uma obra judaica chamada “Assunção de Moisés” e um escrito popular nos dias dele, 1 Enoque).

    Por que o Senhor permitiu que Judas fizesse uso de tal material? A Bíblia de Estudo Plenitude (Sociedade Bíblica do Brasil, 2001, p. 1336) explica: “Embora esse escrito (de 1 Enoque) não faça parte das Escrituras Sagradas, a doutrina nesta referência está de acordo com a verdade bíblica”.

    Se aceitarmos que Deus inspira não as palavras e sim o profeta, os relatos do evangelhos que parecem contraditórios (exemplo: Mateus 8:28 e Marcos 5:1, 2) serão facilmente compreendidos, pois, aos lermos, saberemos que cada autor escreveu sobre os acontecimentos tendo como base a sua percepção dos fatos.

    leia este artigo também meu amigo se tiver coragem:http://novotempo.com/namiradaverdade/2011/03/25/ellen-white-foi-uma-falsa-profetisa-ou-os-que-a-acusam-e-que-sao-falsos/

    só pesso que me perdoe por eu não escrever com minhas palavras pois estou sem tempo e não sou muito bom em digitação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s