Imagens x Idolatria

Publicado: 17 de junho de 2010 por Rafasoftwares em Santos e Imagens

1) Deus proibiu a fabricação de imagens?

Resposta:

Deus proíbe a fabricação de ídolos. De imagens de deuses, pois, visto que só existe um Deus, todos os demais são falsos, são chamados de ídolos. O Egito tinha muitos deuses à base de seres que vivem no céu, na terra e no mar: falcão (deus Hórus), Rá (deus sol), além de deuses em formato de boi, rã, jacaré… Muitas nações faziam e fazem o mesmo. Daí Deus proibir que se faça imagem de algum ser que exista no céu, na terra ou no mar. Mas, deixa claro que proíbe se a intenção for adorar: “Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto.” (Ex 20, 4-5). Tanto que no Seu primeiro Templo, construído por Salomão havia imagens de anjos, bois e leões (1.º Rs 7, 23-25.29.44). E abençoa este Templo, porque sabia que as imagens lá não eram ídolos (deuses), e sim, imagens sagradas (1.º Rs 6, 23-35; 9, 3). Portanto, não sendo imagens de ídolos, a Bíblia não possui absolutamente condenação alguma.

2) Porque a Igreja Católica esconde que a imagem da serpente de bronze foi destruída (2.º Rs 18:04)? Que Deus amaldiçoa o Templo que cobre um ídolo (Jr 32-29)? E que as procissões são idolatrias (Is 46:1)? As imagens devem se quebradas, queimadas, destruídas (2.º Rs 10:26)!

Resposta:

A Igreja Católica organiza as leituras feitas nas Missas de forma que a cada três anos, toda a Bíblia seja lida e pregada nas celebrações. E a passagem da destruição da serpente de bronze, construída por Moisés a mando de Deus, não fica de fora. A serpente foi quebrada porque os israelitas tomaram-na como deusa, e mais ainda, como a deusa Cananéia conhecida como Neustã, da magia.
Ou seja, é como se hoje o Catolicismo ensinasse que a imagem de Maria é uma deusa, e que é Iemanjá, a deusa do mar na religião afro, por exemplo. Algo totalmente sem fundamento na Doutrina Católica. São as passagens em que Deus abomina, detesta os ídolos, que os protestantes e judeus mostram afirmando erradamente que elas também são referentes a todo tipo de imagem católica. E ainda, para completar o grave erro citam 1.º Cor 10:20 onde se diz que os ídolos são demônios, afirmando que toda imagem católica é um ídolo, logo, são demoníacas. Gerando ódio às imagens católicas por parte dos tais ‘evangelizados’, que acabam quebrando, queimando, amaldiçoando as imagens católicas. Os então novos protestantes olham para as imagens católicas, e para os próprios católicos como se fossem do demônio.

3) As imagens que Deus mandou fazer ficavam lá em seus lugares próprios, ninguém rezava diante delas, nem faziam procissões (Is 45:20; Jr 10:05). Porque os católicos fazem tudo isso?

Resposta:

Quanto aos querubins (anjos), não ficavam apenas guardadinhos no santo dos santos. Mas, de sobre estes anjos esculpidos era que Deus falava. E todo sacrifício, holocausto e adoração a Javé eram feitos diante da Arca da Aliança. Isso não quer dizer que tais imagens angelicais sobre a Arca eram adoradas, mas, que serviam de sinais da Presença de Deus durante a realização do culto.
Quanto às procissões, ou seja, caminhada religiosa ostentando algum símbolo sagrado, só para vencer a cidade de Jericó o próprio Deus ordenou que Josué, substituto de Moisés, organizasse 13 delas em 7 dias, se utilizando do Andor, que Javé mesmo mandou fabricar para carregar a Arca. Pois, nem a Arca e nem os anjos nela esculpidos podiam andar sozinhos. A Carta aos Hebreus afirma que aquela procissão foi um ato de fé (Hb 11, 30). Assim como a Arca com os anjos eram recebidos entre aclamações pelo povo, e isso não era idolatria, o mesmo acontece nas procissões católicas (1.º Sm 4, 5; 2.º Sm 6, 13-15)

Mas porque Deus se usaria de imagens sagradas? Para se contradizer? Em Ex 20, 4 proibir a fabricação de imagens e três páginas depois, em Ex 25 mandar esculpir anjos na tampa da Arca da Aliança? Para enlouquecer Moisés e confundir o povo? Claro que NÃO! DEUS é sábio. O que Ele proíbe são imagens de ídolos, falos deuses. E já que Deus aceitou até imagens de ratos e tumores, não vai ser a imagem da mãe de Jesus que Ele vai renegar. Deus sabre a diferença entre imagem sagrada e ídolo!

4) A Bíblia diz para não trocarmos a glória de Deus por ídolos (Is 42, 08)!

Resposta:

O que Javé não aceita é que deixemos Sua Glória para seguir uma religião na qual se crê em outros deuses, que de fato não existem, restando apenas suas imagens de barro ou madeira. Porém, não sendo imagem de ídolo, Deus nunca, repito, nunca, se opôs!!!!

5) A Glória de Deus não pode ser representada por imagens de gesso! Pois, Deus é Espírito e temos que adorar a Deus em espírito e verdade (Jo 4, 24)! Os católicos têm imagens porque só crêem no que podem ver (Hb 11, 3.27)!

Resposta:

As imagens católicas nunca visam representar a plena Glória de Deus. Elas representam o Filho feito Homem (Jo 1, 14), O Espírito Santo em forma de pomba (Mt 3, 16), e o Pai simbolicamente como um ancião (Dn 7, 9-10.13-14), tal como cada se mostrou em algum tempo. Nenhuma imagem, mesmo as de Jesus, são usadas para salvar ninguém, elas são sinais da presença de Deus, dos anjos ou dos seus santos.
Deus sempre foi Espírito e Glória, e isto não impediu o uso de imagens sagradas no culto judaico. Como vimos o próprio Deus, eternamente Espírito aprovou e mandou a fabricação e uso de tais tipos de imagens. Moisés e outros servos de Deus adoravam em espírito, mesmo tendo sido fabricado imagens para o culto. Os servos de Deus não acreditavam só no que viam, e no entanto usavam imagens. As imagens não eram e nunca serão, sinais de falta de fé no invisível.

6) A Igreja Católica aprova e incentiva a fabricação de imagens por objetivo de lucro (Sb 15, 12; Is 44, 10-11; Tt 1, 11)!

Resposta:

Quanto a venda de imagens, vale lembrar que os católicos e os protestantes vendem Bíblia (Palavra de Deus), CDs, livros, camisas… A única diferença é que o Catolicismo inclui as imagens. Mas, a venda e o lucro estão presentes nos dois ramos do Cristianismo. Para se fabricar uma Bíblia, um livro e tudo mais se têm despesas, então se faz necessária a sua venda. O erro é vender só pelo lucro, e com preços acima da média, mas aí, cabe a consciência de cada um.

7) Os Católicos adoram Maria! Aquela imagem não é Maria, Maria não tinha aquele rosto. Nem Jesus! Ninguém sabe como eram!

Resposta:

Olha, se a Igreja Católica fosse idólatra e prepotente como se afirma, já teria ensinado que Maria é deusa e pronto. Que tipo de adoradores de Maria seríamos nós, se negássemos tal adoração? Repito o exemplo da Arca que era acolhida entre aclamações, e não era idolatria! E já falei que Deus não se contradiz, Ele não pode proibir imagens de nada que há no céu e na terra, e depois mandar fazer imagens de querubins, anjos (seres do céu) e da serpente de bronze (ser da terra)!
Quanto a Jesus Ele é representado de barba, pois raspar a barba era abominação para os judeus, e cabelos longos em sinal de consagração (Jr 48, 37; Nm 6, 5; Jz 13, 5). Além de roupas hebraicas, como a túnica (Jo 19, 23). Geralmente é simbolizado com túnica branca, lembrando a pureza gloriosa de Cristo na Transfiguração (Lc 9, 29) e manto vermelho lembrando Seu Sacrifício (Ap 19, 1-16).

Mas, se quiserem insistir que toda imagem religiosa é ídolo, então, além de se ficar chovendo no molhado, vai se transformar Deus num mentiroso, contraditório e idólatra, pois, Ele mandou fazer, e aceitou os que Salomão fez em seu Templo! E olha que neste Templo feito por Salomão também tinha imagens de bois (1.º Rs 7, 25)!… Maria só é mencionada na Missa em um único momento; na oração do “Creio”: ‘… Concebido pelo Poder do Espírito Santo, nasceu da virgem Maria… ’ além disso, ela só é mencionada se o sacerdote quiser ou rezar uma Ave-Maria. Ou então nas poucas ocasiões próprias de cada Paróquia. Mas o Rito Romano se limita ao Creio e as Missas próprias, nas quais ela é lembrada. Portanto, se ela fosse adorada a Missa seria a ocasião ideal, mas, não é o que acontece.

8) Os Católicos adoram o Papa! O Papa na Missa.

Resposta:

Papa é uma expressão popular que o Vaticano adotou, que significa pai. Ele é um Bispo. O Bispo Geral, digamos assim. Não faz parte da Doutrina Católica dizer que o Papa é Deus. O Papa só é mencionado na Oração da Missa, na qual rezamos por ele, para que ele persevere na missão. Não rezamos para ele chamando-o de deus!

9) Prostrar-se e ajoelhar-se é a mesma coisa! E ambos significam idolatria!

Resposta:

Embora a Igreja Católica só use a prostração em ordenações de sacerdotes (diante de Deus) ou em adoração profunda a Cristo, se prostrar nem sempre é adorar? No entanto, nem diante de imagens que representem simbolicamente Jesus (como já foi visto) a Igreja Católica adota a prostração! Porém, tanto é verdade que nem sempre a prostração é adoração, que para surpresa de muitos protestantes, o próprio Deus vai mandar os infiéis se prostrarem diante dos Seus fiéis, no Dia Final (Ap 3:9)! Estaria Deus se contradizendo novamente, ou muitas pessoas não estão sabendo discernir o que é idolatria e o que não é?
Se prostrar é ficar de joelhos, porém, com a face curvada ao solo (Ex 4, 31; 12, 27; 34:8), ou então, deitar-se completamente com a face voltada para o solo, nivelando-se ao chão, lembrando, que somos apenas pó e ao pó voltaremos.
No entanto, a Bíblia deixa clara a diferença entre se prostrar para mostrar respeito e se prostrar para adorar. A intenção é que conta, e a Bíblia sempre deixa claro quando alguém se prostra no intuito de adorar: “se prostrou para adorar (idolatrar)” (Ex 20, 5; At 10, 25-26; Ap 13, 4; 19, 10) ; quando se prostra sem a intenção de adorar, mas, apenas por respeito (Gn 18, 1-3; 19, 1; Hb 13, 2 – Abraão não sabia que eram anjos, pensou ser homens comuns peregrinos; Gn 23, 12; 27, 29; 33, 3.6-7; 37, 5-10; 43, 23; 47, 31; 48, 12; 49, 8; Ex 18, 7; 1.º Sm 25, 41; 1.º Rs 1, 31)! E quando se prostra para adorar o Deus verdadeiro (Jo 9, 38, etc.)
As adorações a Deus eram feitas diante da Arca da Aliança que tinha dois anjos esculpidos sobre a tampa, e não era idolatria, pois, a Arca era sinal de Deus e de lá Ele falava sobre os querubins (Js 7, 6 – Josué exagerou na oração e não agia, Deus lhe chamou a atenção para que agisse e não ficasse só orando, não citou idolatria alguma da parte de Josué-; 1.º Rs 3, 15; 8, 5; 1.º Cr 15, 24; 16, 4.6; 1.º Sm 5, 3)!

10) Venerar é o mesmo que adorar! Culto é o mesmo que adoração!

Resposta:

Venerar = ter profundo respeito, grande consideração (Dicionário Aurélio, revisado).

Claro, como já disse, só quando este profundo respeito se refere a Deus é que atinge o nível de adoração! Aí passa a se chamar veneração adoradora, que só a Jesus é dada! Por isso que venerar nestes casos, também significa adorar. Nós católicos, não temos sequer veneração (profundo respeito de fé) pelas imagens de outras religiões, porém, respeitamos o seguimento religioso de cada pessoa. Veja o que a Bíblia diz:
“Se te abstiveres de calcar aos pés o sábado, de cuidar de teus negócios no dia que me é consagrado, se achares o sábado um dia maravilhoso, se achares respeitável o dia consagrado ao Senhor, se tu o venerares não seguindo os teus caminhos, não te entregando às tuas ocupações e às conversações…
então encontrarás tua felicidade no Senhor: eu te farei galgar as alturas da terra, e gozar a herança de Jacó, teu pai; porque a boca do Senhor falou.” (Isaías 58,13-14)

Ora, se venerar fosse sempre adorar, então Deus estaria mandando adorar o Sábado?!? Claro que não, Ele manda ter profundo respeito pelo sétimo dia da semana!

Culto significa adoração quando feito a Deus e idolatria quando feito a um falso deus (a), quando não, culto significa também venerar (Dicionário Aurélio revisado), que no sentido católico é um culto de meditação, respeito sobre Maria, anjos ou santos.

Obs.: No episódio em que o povo era curado do veneno das serpentes ao olhar para a imagem da serpente de bronze, a Bíblia deixa claro o que a Igreja Católica confirma: não era a imagem que curava ninguém, mas ela estava ali como um sinal da presença misericordiosa de Deus (Nm 21, 4-9; Sb 16, 5-8)

BARUC E AS IMAGENS

Muitos Protestantes estão querendo agora usar o Livro de Baruc contra as imagens católicas, especialmente a de N.ª Sr.ª Aparecida. Mas, e se eu dissesse que os próprios protestantes, e todos os anticatólicos já refutaram e rejeitaram estas passagens do Livro de Baruc? Isso mesmo! O livro de Baruc é tido como NÃO INSPIRADO na opinião dos não católicos, enquanto que o Catolicismo o aceita. Logo, fica sem lógica um protestante usar um Livro que não considera autentico como argumento. E, além disso, não deveria ser o contrário? A Igreja Católica não deveria ter rejeitado este livro que supostamente a desmascara, ao invés de aceitá-lo como inspirado? Tem algo estranho aqui não? Mas, vamos lá:

** As roupas de aparecida – Baruc 06, 10-11 “Eles enfeitam com roupas como se fossem gente esses deuses de prata, de ouro ou de madeira. Mas eles não podem livrar-se da ferrugem nem do caruncho. Depois de tê-los vestidos com roupas caras, são obrigados a limpar-lhes a cara, por causa da poeira que do templo lhes caiu em cima.”

“são obrigados a limpar-lhes a cara, por causa da poeira que do templo lhes caiu em cima.”

Resposta:

Não preciso dizer que Baruc fala de deuses e Maria não é deusa. Por isso a Igreja Católica aceita este Livro. Mas, será que ninguém limpava as fartas imagens de anjos (que ñ estavam nus) no Templo feito por Salomão (1.º Rs 6). Que falta de zelo pelo Templo ele tinha então, hein? Deixava as várias imagens dos querubins toda cheia de poeira… Ou será que as imagens dos querubins podiam se limpar? Será que pelo fato destas imagens de querubins não poderem se limpar eram ídolos? Claro que não…

** A coroa de aparecida – Baruc 06, 08 “Como se faz com a moça que gosta de enfeites, pegam ouro e fazem uma coroa para colocar na cabeça dos seus deuses.”

Resposta:

Tenho uma ‘novidade’ para muitos, Maria já é exaltada (Deus exalta os humildes) pelo próprio nome Myriam que significa senhora, soberana, princesa. Não confundam os que reinam em Cristo, como Maria, com os falsos deuses que em nada reinam de fato (Ap 3:21).
http://solascriptura-tt.org/PessoasNaBiblia/SignificadoNomesPropriosNaBiblia-OsmarJr.htm
http://maisjesus.net/page.php?12

** A carreata feita dias antes de 12 de outubro – Baruc 06, 25 “Sem pés, são carregados nos ombros, mostrando aos homens a sua falta de valor. Até quem cuida deles passa vergonha, pois se um desses deuses cai no chão, ele é que tem que levantá-lo.”

Resposta:

Porque será que os israelitas carregavam a Arca que tinha dois anjos esculpidos em ouro sobre a tampa? Porque os anjos não iam andando sozinhos? (Js 6) Devo lembrar que o próprio Deus mandou fazer o andor da Arca ?(Ex 25) Será que porque os querubins eram imagens que não podiam andar sozinhas, eram ídolos? Eram sem valor algum? Salomão passou vergonha com eles? Não, aliás, todas as adorações a Deus eram feitas diante da Arca (com anjos na tampa), a arca era sinal da presença de Deus (1 Rs 3, 15; 8, 5; 1Cr 15, 24; 16,4.6.37; 2Cr 5, 6).

** “Removeu os altos, quebrou as colunas e deitou abaixo o poste-ídolo; e fez em pedaços a serpente de bronze que Moisés fizera, porque até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso e lhe chamavam Neustã.” II Reis 18, 04.
E se a serpente fosse quebrada hoje? Também iriam fazer um remendo e transformá-la em outra rainha do céu! “Os filhos apanham a lenha, os pais acendem o fogo, e as mulheres amassam a farinha, para se fazerem bolos à Rainha dos Céus; e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.” Jeremias 07, 18.

Resposta:

Existem os falsos deuses e deusas tidos como reis e rainhas, mas, Maria é Rainha em Cristo como já vimos. As tábuas da Lei foram quebradas e foram feitas outras. O templo era destruído, e se erguia outro. Logo, se outro sinal sagrado é quebrado, faz-se se outro sim. A serpente foi considerada a deusa da magia (Neustã) é como se os católicos cressem que Maria é Iemanjá, por exemplo. Mas, isso não faz parte do ensinamento do Vaticano.

** Diz a fábula mariana, que a imagem falava com as pessoas, será?

“A língua desses deuses foi feita por um artista; ela está coberta de prata ou de ouro, mas é de mentira e não pode falar.” Baruc 06, 07.

E as pessoas ficam lá, oferecendo promessas, missas e velas em troca de riqueza, paz e saúde, mas a Bíblia diz:

“Eles também não são capazes de dar a ninguém a riqueza alguma, nem sequer uma única moeda. Se alguém lhe faz uma promessa e depois não cumpre, eles não podem reclamar. Não podem salvar ninguém da morte, nem podem livrar o fraco das mãos do poderoso. Não são capazes de devolver a vista ao cego, nem de livrar do perigo homem algum.” Baruc 06, 34-36.

Resposta:

Ora, nenhuma imagem pode curar, mas quando se olhava para a serpente de bronze ficavam curados do veneno das serpentes e escapavam da morte. Deus era Quem os curava mas era necessário olhar para imagem segundo sua ordem. Deus agiu através da imagem que representava uma serpente, quanto mais a que representa alguém que o serviu e que hoje está vivo e pode clamar a Ele (Sb, 16, 5-8; Ap 6, 9-10)

** ídolo e imagem é o mesmo…

Resposta:

Não. Os falsos deuses possuem imagens, mas, os anjos também possuíam imagens que os representava. Ou vai se querer dizer agora que pelo fato dos querubins terem imagens estes eram ídolos. Nem toda imagem é ídolo.

** Mas você pode me perguntar: E os sinais que já aconteceram pelas supostas intervenções de Maria? Ora, a Bíblia diz que surgirá uma besta, que também será uma imagem, e fará grandes sinais:

Resposta:

Da mesma forma que a Bíblia diz que o diabo fará sinais, diz também que Deus fará (Joel 3)! Embora alguns judeus afirmassem (Mt 12, 24), a Bíblia nunca confirmou que satanás tem o poder de curar ninguém, nem para conquistar seguidores (Jo 10:21). Sinais e prodígios sim, mas cura nunca, e mesmo assim só quando Deus permite (Jó 1 e 2; 2.ª Ts 2, 11). Jesus fazia curas e milagres, mas os judeus queriam sinas e prodígios, que é outra coisa (Mc 8, 11).

** “Pelas roupas de púrpura ou linho que vão apodrecendo em cima deles, vocês já podem saber que não são deuses. Ao contrário, eles também serão comidos e se tornarão vergonha para o país.” Baruc 06, 71.

Resposta:

Teria então Salomão passado vergonha ao mandar até mesmo bordar querubins nas cortinas e tapetes de linho do templo, não? (1 Rs 6)… Teria esquecido Salomão que os tapetes iam se acabar um dia? Não!!! O primeiro templo feito a Deus foi por Salomão, e mesmo CHEIO de imagens feitas em tecido, madeira e ouro, que não falam, não ouvem, não vêem, não andam, foi abençoado por Deus (1 Rs 9, 3)!!!

** Por isso, Deus te diz hoje: “Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura.” Isaías 42, 8.

Resposta:

As imagens não representam a Glória de Deus como já vimos, e vimos antes que até mesmo a Glória de Deus já repousou sobre as imagens angelicais da Arca.

Como podemos ver, o próprio Deus mandou fabricar imagens e abençoou um templo cheio delas. Adorando-as que se consuma o pecado, e não as tendo!

Aula por: Emerson.

Anúncios
comentários
  1. Fabiana Osses disse:

    Bom dia a todos! Olha durante muitos anos estudei todos os tipos de religiões e doutrinas e filosofias – como budismo japonês, xamanismo, hinduismo, espiritismo cardecista, inclusive a bruxaria (conhecida como wicca), vivenciei na pele estas religiões e filosofias… Comecei a me encontrar com DEUS (o verdadeiro DEUS de Abraão) quando comecei a frenquetar a igreja católica… Estava na igreja católica há 4 anos e cantando nas missas (na qual respeito muito). Mas honestamente (sem desrespeitar a fé de ninguém – pois apenas estou testemunhando o que me tocou), DEUS falou comigo de forma muito pessoal dentro de uma igreja evangélica ao qual eu sempre detestei e abominava (de uma forma como nunca havia falado)… (Então comecei a freqüentar e como uma pessoa que sempre estuda muito estou no penúltimo ano da faculdade de Licenciatura em História), pois infelizmente sou uma pessoa que precisa de explicações lógicas pra acreditar naquilo que estou seguindo e praticando, comecei a pesquisar e estudar algumas coisas da bíblia que gostaria que os irmãos me explicassem pois a meu ver o culto de imagens é errado e repreendido por DEUS. Não quero abrir discussões ou atacar a fé de ninguém apenas quero ouvir todas as partes e explicações pra montar linhas de raciocínios e achei interessante este site responder as perguntas… Bom vamos lá: Com base no pouco conhecimento (pois nenhum conhecimento no mundo será capaz de compreender a imensidão da inteligência e perfeição de DEUS que é maravilhoso), sabemos que sua palavra é uma só (ou seja ele não é “homem de duas palavras ou opiniões”) e que seu pronunciamento é irrevogável. Tudo que ele proclama através de seus profetas foi, é e será cumprido, pois estão nas sagradas escrituras. Sabendo disso, e com base em Dt 4:16-17 “não cometam o erro de fazer imagens para adorar. Não façam nenhuma imagem que sirva de ídolo, seja em forma de homem ou de mulher, ou de animal ou de ave”… Sabemos que os escritos das sagradas escrituras do antigo testamento são pertencentes ao Torah (que é o livro de leis do judaísmo – popularmente a bíblia dos judeus) e devemos lembrar que são o povo escolhido por DEUS (e que permanece sendo – pois a palavra de DEUS não volta atrás – isso encontramos mencionado em Jl 2:27 “Vocês ficarão sabendo que estou com vocês, que eu o SENHOR, sou o seu DEUS e que não há nenhum outro DEUS.”) sendo assim, se ele diz que os israelitas vão aceitar Nosso SENHOR JESUS como o Messias (antes da grande tribulação) e mais uma serie de promessas e profecias que se cumpriram e que vão se cumprir, então eu pergunto aos irmãos: Por que a palavra do SENHOR voltaria a trás com relação a imagens, sendo que ele deixou bem claro sua posição em relação a isso em Dt.4:15-40? DEUS não é homem de meias palavras, ou palavras ambíguas, ou de voltar atrás em suas decisões. Se ele nos disse Não fazer imagens, de homens ou mulheres, tanto faz pra ser adorados como deuses, santos ou anjos, esta deve ser a ordem seguida ao pé da risca.
    Se observarmos em Rm.3:23-24 “Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de DEUS. Mas pela sua graça e sem exigir nada, DEUS aceita todos por meio de Cristo Jesus que os salva.” Ele nos disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. “Ninguém vai ao PAI a não ser por mim.” Isso são palavras irrevogáveis não existe nenhum duplo sentido. Ou você adora, ama e CRÊ apenas em Jesus, ou nada que fizermos será valido na presença de DEUS. Não adianta sermos bonzinhos, sermos caridosos, e fazermos varias coisas para o próximo se não aceitarmos apenas a JESUS e isso esta em Rm.3:20 “Pois ninguém é aceito por DEUS por fazer o que a lei manda, porque a lei faz com que as pessoas saibam que são pecadoras.” Nosso DEUS em sua infinita sabedoria exige de nós a perfeição, e esta perfeição só teve uma pessoa que a fez em vida por isso foi aceita ao seu lado direito e seu nome é exaltado sobre todo nome: JESUS CRISTO. Não existe outro caminho e outra verdade. Agora se tudo isso for questionável, se o que as escrituras sagradas nos dizem não são verdades absolutas, não seria necessário a vinda do SENHOR pra nos mostrar que tudo que foi profetizado se cumpriu correto? Então a pergunta que deixo aos meus caros irmãos (sem querer ofende-los ou confrontá-los – buscando apenas um entendimento mais profundo) por que fazer algo que DEUS repreende? Agradeço desde já a atenção de todos e fiquem sempre na paz do SENHOR!

    • Rafasoftwares disse:

      Cara Fabiana Osses,

      Que a Paz Senhor esteja com você e com os seus.

      Muito Obrigado por comentar em nosso blog de maneira tão educada e Polida, diferentemente da maioria dos evangélicos que por lá andam.

      Estarei aqui esclarecendo sua dúvida para acabar de vez com qualquer questionamento. Que bom que faz história e já estudou religiões pagãs, já é um bom caminho para chegarmos em um ponto comum, pois vou lhe mostrar relatos históricos e religiosos nesta minha explanação, espero não ser demasiado longo em minha explicação, mas como você é uma pessoa de fé racional, tem que ter uma resposta racional. Sinceramente não sei como deixou a Igreja Católica para ir para uma Igreja protestante ( nas quais é impossível ter uma fé racional, pois protestantes em sua maioria pregam uma fé irracional ), sendo que como você disse já tinha se encontrado com Cristo na Igreja e não era apenas uma católica esquenta banco, mas cada um sabe o que faz com sua própria vida, não cabe a mim julgar.

      Tudo o que você pede pra eu te responder já está no texto, basta ler com atenção, mas tudo bem vou explicar de outra forma.

      Feitos estes comentários vamos a sua resposta:

      Vamos as sagradas escrituras para saber o que realmente Deus fala sobre as imagens nos mandamentos.

      “Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida”. (Números 21, 4-9).

      Depois de algum tempo, quando assim os Judeus começaram a Adorá-la, Chamando-a de Neustã, que o Senhor ordenou quebrá-la. Então vemos claramente que o problema é a idolatria as imagens e não a sua confecção.

      Deus ordenou que Moisés fizesse a imagem de dois anjos – querubins – para serem postos sobre a Arca da Aliança, onde estavam guardados Dez Mandamentos da Lei de Deus, como pode ser lido em Êxodos 25, 18 ; 5 capítulos após os 10 mandamentos.
      Por que Deus ordenou que Moisés fizesse a imagem de uma serpente para curar os hebreus da picada de cobras e também ele fizesse a imagem de dois querubins para serem colocadas sobre a Arca da Aliança se ele proíbe a confecção de imagens? Ele estaria entrando em contradição como você mesmo perguntou? È lógico que não.

      Quando Deus falou para o povo hebreu que não adorasse a ídolos e não fizesse para si, imagens deles, estava se referindo unicamente aos falsos deuses do Egito. Tanto é verdade que ele advertiu ao povo, avisado para que eles não construíssem para si, imagem daquilo que estava nas nuvens do céu – uma clara referencia aos desuses do Egito, em forma de pássaros – que não fizesse para si, imagens das coisas que caminhavam sobre a terra – os deuses do Egito em forma de cabras, bois, gatos e outros mais – que não fizessem para si, imagens das coisas que se moviam nas águas dos mares – os desuses do Egito em forma de crocodilo, de hipopótamo e outras coisas mais.

      “Não farás para ti ídolos ou coisas alguma que tenha a forma de algo que se encontre no alto do céu…”. (êxodo 20, 4):

      O íbis é uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados,
      mas era o íbis branco, ou íbis sagrado, que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth.
      O deus nacional do Egito, o maior de todos os deuses, criador do universo e fonte de toda a vida, era o Sol, objeto de adoração em qualquer lugar. A sede de seu culto ficava em Heliópolis (On em egípcio), o mais antigo e próspero centro comercial do Baixo Egito.
      O deus-Sol é retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações. Seu nome mais comum é Rá e podia ser representado por um falcão.

      “…embaixo na terra…”. (Êxodo 20, 4):

      Boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptá. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Antiga divindade agrária simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora.

      Uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio – Per Bast – significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. Quando os reis líbios da XXII dinastia fizeram de Bubástis sua capital, por volta de 944 a.C., o culto da deusa tornou-se particularmente desenvolvido.

      “…ou nas águas debaixo da terra.”. (Ê xodó 20, 4):

      Um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representava o deus Sebek, uma divindade aliada do implacável deus Seth. Seu centro de culto era Crocodilópolis, na região do Faium, onde o animal era protegido, nutrido e domesticado. Um homem ferido ou morto por um crocodilo era considerado privilegiado. A adoração desse animal foi, sobretudo importante durante o Médio Império.

      Tueris era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmea erguido, com patas de leão, de mamas pendentes e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. Além de amparar as crianças, Tueris também protegia qualquer pessoa de más influências durante o sono.
      E, para que não haja mesmo qualquer dúvida de que Deus se referia aos falsos deuses do Egito, ao pedir que o povo não praticasse idolatria, apresentamos um trecho do livro de Josué, que foi quem substitui Moises, após a sua morte:

      “Agora, pois, temei o Senhor e o servi-o com inteligência e fidelidade. Afastai os deuses aos quais vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi ao Senhor”. (Josué 24, 14”.

      E para termos mais certeza de que Deus realmente falava dos falsos deuses do Egito, vejamos o que também fala, 8, 8-9-10:

      “Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha “ quando a furei, divisei uma porta. “Aproxima-te, diz ele, e contempla as horríveis abominações a que se entregam aqui”. Fui até ali para olhar: enxerguei aí toda espécie de imagens de répteis e animais imundos e, pinturas em volta da parede, todos os ídolos da casa de Israel”.

      Quanto às procissões, ou seja, caminhada religiosa ostentando algum símbolo sagrado, só para vencer a cidade de Jericó o próprio Deus ordenou que Josué, substituto de Moisés, organizasse 13 delas em 7 dias, se utilizando do Andor, que Javé mesmo mandou fabricar para carregar a Arca da aliança. Pois, nem a Arca e nem os anjos nela esculpidos podiam andar sozinhos. A Carta aos Hebreus afirma que aquela procissão foi um ato de fé (Hb 11, 30). Assim como a Arca com os anjos eram recebidos entre aclamações pelo povo, e isso não era idolatria, o mesmo acontece nas procissões católicas (1.º Sm 4, 5; 2.º Sm 6, 13-15)

      Mas porque Deus se usaria de imagens sagradas? Para se contradizer? Em Ex 20, 4 proibir a fabricação de imagens e três páginas depois, em Ex 25 mandar esculpir anjos na tampa da Arca da Aliança? Para enlouquecer Moisés e confundir o povo? Claro que NÃO! DEUS é sábio. O que Ele proíbe são imagens de ídolos, falsos deuses. E já que Deus aceitou até imagens de animais no templo de Salomão (1.º Rs 6, 23-35; 9, 3) e na arca, não vai ser a imagem da mãe de Jesus e de pessoas que viveram para Ele, que Ele vai renegar. Deus sare a diferença entre imagem sagrada e ídolo!

      Vamos a uma explicação histórica cristã sobre as imagens. Segue uma passagem de um livro de um protestante estudioso do cristianismo primitivo, um dos maiores historiadores e patrologistas protestantes, JND Kelly. Ele diz:

      “Um fenômeno de grande significação no período patrístico foi o surgimento e gradual desenvolvimento da veneração aos santos, mais particularmente à bem-aventurada virgem Maria… Logo após vinha o culto aos mártires, os heróis da fé que os primeiros cristãos afirmavam já estarem na presença de Deus e gloriosos em sua visão. Em primeiro lugar tomou forma de uma preservação das relíquias e da celebração anual de seu nascimento. A partir daí foi um pequeno passo, pois já estavam participando com Cristo da glória celeste, para que se buscassem suas orações, e já no terceiro século se acumulam as evidências da crença no poder da intercessão dos santos” [J.N.D. Kelly, Early Christian Doctrines, revised edition (San Francisco: Harper, c. 1979), p. 490][grifos meus]

      Veja um pouquinho de História e Arqueologia:

      https://sadoutrina.wordpress.com/2010/06/24/arqueologos-acham-pinturas-mais-antigas-dos-apostolos-de-jesus/

      A permissão e ordenação de confecção de imagens:

      Ex 25,17-22; 37,7-9; 41,18; Nm 21,8-9; 1Rs 6,23-29.32; 7,26-29.36; 8,7; 1Cr 28,18-19; 2Cr 3,7,10-14; 5,8; 1Sm 4,4 e etc.

      Vamos ver um testemunho do Cristianismo Primitivo, vamos ao Relato do martírio de Policarpo de Esmirna (Bispo de Esmirna e discípulo do Apóstolo São João)., relatada por um discipulo, isto aconteceu no ano 160.

      Na carta é interessante o comentário que os cristãos de Esmirna fazem por causa da ignorância que os judeus tinham sobre a diferença da adoração que os cristãos prestavam somente a Nosso Senhor Jesus Cristo e a veneração prestada aos Santos. Semelhantes a nós católicos dos últimos séculos, os católicos do passado escreveram:

      “Ignoravam eles que não poderíamos jamais abandonar Cristo, que sofreu pela salvação de todos aqueles que são salvos no mundo, como inocente em favor dos pecadores, nem prestamos culto a outro. Nós o adoramos porque é o Filho de Deus. Quanto aos mártires, nós os amamos justamente como discípulos e imitadores do Senhor, por causa da incomparável devoção que tinham para com seu rei e mestre. Pudéssemos nós também ser seus companheiros e condiscípulos!” (Martírio de Policarpo 17:2 +- 160 D.C).

      E mais adiante esta importantíssima prova da fé primitiva, dá testemunho do costume que a Igreja tinha em guardar uma data, para celebrar a memória dos Santos, como Ela faz até hoje:

      “Vendo a rixa suscitada pelos judeus, o centurião colocou o corpo no meio e o fez queimar, como era costume. Desse modo, pudemos mais tarde recolher seus ossos [de Policarpo], mais preciosos do que pedras preciosas e mais valiosos do que o ouro, para colocá-lo em lugar conveniente. Quando possível, é aí que o Senhor nos permitirá reunir-nos, na alegria e contentamento, para celebrar o aniversário de seu martírio, em memória daqueles que combateram antes de nós, e para exercitar e preparar aqueles que deverão combater no futuro.” (Martírio de Policarpo 18 +- 160 D.C)

      Espero que eu tenha lhe ajudado, caso tenha mais duvidas, não exite em mandar-nos emails com elas!

      In Cord Jesu, Semper,

      Rafael Rodrigues.

    • Eduardo disse:

      bom dia fabiana!!pelo fato de vc ser bem estudada e ainda já presenciou várias experiências,me deu vontade de ti dizer algo, a igreja somos nós certo ,deus fala atraves da escritura certo,mas é hora de vc silenciar o teu coração e deixar ele falar diretamente na sua alma, e depois dessa experiência concreta tu terás o discernimento lógico enraizado em cristo.

      eu particularmente, tive uma experiência sobrenatural com esse ser…foi algo que se manifestou sobre uma frequência de rádio….mas antes disso eu pedi com toda a minha alma diante do sácrario vivo de uma igreja católica, nem teve como me questionar pois ele selou em mim tua confiança é incontestavel,indescritivel,inimaginável quebra barreiras e transcede todas religiões,
      é real em NÓS!!!! e tive outros inuméros sinais…não foi fruto da minha imaginação e nem por causa da minha fámilia foi a raiz da fé que Deus quer…(nem consigo falar sobre isso pois está além da interpretação humana) se ele me conceder um pouquinho disso vou fazer o que ele quiser!!! O NOSSO INTERIOR GRITA POR ISSO E NÃO PERCEBEMOS!!!!!

      Que ele penetre percptivelmente na tua alma…

      NEM SEII COMO CONSEGUI POSTAR ESTA RESPOSTA….APENAS FLUIU…

  2. Israel disse:

    Ora, ora, o pior cego é aquele que não quer ver, o livro de Baruc realmente não é reconhoecido nas santas escrituras, nem na protestante, no Alcorão ou na Torá do judeus, mas na católica o que é mais contraditório é que apesar de abominar imagem nas suas escrituras, se fazem de cegos, amparados pela doutrina católica e não por suas próprias escrituras, não reconhecer não seguinifica não seguir, porque não seguem suas proprias escrituras então!? o fato é: se os protestante não reconhecem e vcs reconhecem porque não cumprem, Jesus Cristo é o unico digno de louvor e adoração e nem outro, assim como costa em suas próprias escrituras.

  3. Israel disse:

    Porque só a católica adora, reverencia ou cultua imagem, porque?…..segue a herança romana que adoravam jupiter, venus e tanta outras estatuas de deuses falços, mas de uma maneira indireta….não é porque seus mandamentos são diferentes??

    os originais

    1º Não terás outros Deuses diante de mim
    2º Não farás para ti imagem de escultura
    3º Não usar o santo nome de Deus em vão
    4º Lembra-te do dia de Sábado para o santificar
    5º Respeite seu pai e sua mãe
    6º Não matarás
    7º Não adulterarás
    8º Não furtarás
    9º Não dirás falso testemunho contra o teu próximo
    10º Não cobiçar as coisas alheias

    igreja catolica:

    1º Amar a Deus sobre todas as coisas
    2º Não invocar o Santo Nome de Deus em vão
    3º Guardar domingos e festas de guarda
    4º Honrar pai e mãe
    5º Não matar
    6º Guardar castidade nas palavras e nas obras
    7º Não roubar
    8º Não levantar falsos testemunhos
    9º Guardar castidade nos pensamentos e nos desejos
    10º Não cobiçar as coisas alheias

    respondam isso?

    • Rafasoftwares disse:

      Ora meu caro suas resposta já estão aqui no blog em várias matérias.
      É só você ler.

      Você acha que é o primeiro super-heroi a vim aqui no blog querer refutar nossas matérias.

      Meu caro o que tem haver o que a Igreja adota como 10 mandamentos com o decalogo da Bíblia.

      A Igreja em seu catecismo vez uma formula catequetica para melhor explanar os 10 mandamentos de acordo com a nova economia que Jesus veio trazer. Se você acha que a Igreja católica alterou algum mandamento leia esta matéria aqui, seus absurdos e falta de conhecimento já estãos respondidos aqui:

      https://sadoutrina.wordpress.com/2010/09/14/a-igreja-catolica-alterou-os-dez-mandamentos/

      Todo e qualquer questionamento que você tenha ou possa ter já está repondido ai.
      Leia os comentários acima onde eu explico a leitora sobre imagens. E se preste em se ater ao conteúdo da matéria.

  4. Paulo disse:

    Prezados, a bíblia não pode ser distocida tão absurdamente em um assunto tão cristalino… Sei que vai dar trabalho, mas vale a pena conferir os versiculos abaixo:

    DEUTERONOMIO 4:23;
    JOSUE 23:16;
    OSEIAS 9:10;
    SALMO 81:9; SALMO 97:7;
    SALMO 115:4 a 8) ou um dos “dois salmos 113” encontrados na bíblia católica… (não sei porque dois salmos 113… será que é pra confundir os leitores ao confrontar com as bíblias denominadas enangélicas?);
    SALMO 135:15-18;
    ISAIAS 2:9,18,20; ISAIAS 31:7; ISAIAS 41:29 ISAIAS 44:14-17; ISAIAS 45:20; ISAIAS 57:13; ISAIAS 46:6,7;
    JR 7:18; JR 10:5,6; JR 51:17; JR 35:15; JR 10:14;
    EZ 11:21;
    DN 5:23;
    OSEIAS 9:10;
    JONAS 2:8;
    MIQUEIAS 5:13;
    HABACUQUE 2:18;
    II REIS 17:12;
    ATOS 17:29;
    ROMANOS 1:22-23;
    I CORINTIOS 10:14;
    GALATAS 5:19-21…
    ETC….

    Fui católico batizado, crismado, me casei nessa igreja, porém, ao ler a bíblia toda fiz questão de anotar cada versículo que tratava da idolatria (adoração a imagens e santos) e, não tive como aceitar esse costume que causa abominação a Deus… Entenda minha franqueza.

    Prá encerrar, mais um versículo:

    Êxodo 20:4,5, ”Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque Eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.”

    Obrigado por me dar essa liberdade de expressão.

    Paulo Morais

    A Deus demos Glória!

    • Felipe disse:

      Eu sou de família protestante, e uma das causas que me levaram a pesquisar a verdadeira doutrina católica e pensar seriamente em converter-me foi esse tipo de argumento ridículo empregado por muitos, como é o caso desse Paulo aí. Ele leu um artigo todo que tenta explicar que Deus abomina ídolos, mas que os Santos não são ídolos, então citou uma torrente de versículos que falam que Deus abomina ídolos (como o escritor católico já havia dito) e não apresenta nenhuma prova de que os Santos são ídolos. Acho que ele só leu o título do artigo e já postou este comentário descabido sem ver o resto. Se o assunto é tão “cristalino”, sr. Paulo, então mostre que as imagens dos Santos são ídolos, ao invés de ficar DISTORCENDO a Escritura. Ainda não decidi se me tornarei católico, mas se a fé protestante for defendida por argumentações desse nível (e é isso o que eu mais tenho visto nas minhas pesquisas) a decisão final não vai demorar muito.

  5. antonio jose vieira. disse:

    os sinais seguiram aos que creem porque so os protestantis recebem o batismo com fogo do Espirito santo?

  6. Débora disse:

    Irmao Rafa Deus abençoe a sua vida, com essa leitura pude esclarecer algumas duvidas, e não se preocupe com os nossoa irmãos protestante, eles parecem cd ralado só sabem falar de idolatria, imagens e batismo, Jesus não nos ordena descutir a bíblia mas pregar o evangelho a toda a criatura, ou seja, prega o amor.
    Deus abençõe

  7. sonia bulgacov disse:

    Irmão Rafa e Irmã Débora, Deus abençoe grandemente suas vidas e a de todos os demais irmãos! Casualmente encontrei o blog do Irmão e tive a curiosidade de ler os questionamentos e anseios dos corações de todos que aqui se manifestaram. Meu coração doeu, sinceramente. Irmãos o nosso foco é Cristo, o autor e consumador da nossa fé! A Palavra do senhor é verdadeira e eficaz, isso nos basta…Meus olhos se abriram quando li em 1Timóteo 2:5 – Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (Aquele que intervém, ou é escolhido para conseguir acordo ou conciliação entre partes desavindas; árbitro, medianeiro, intercessor: potência mediadora). Irmãos desejo que a Palavra viva do Senhor fale aos vossos corações e vos dê Paz em Cristo, que nos amou e a si mesmo se entregou por nós, para que fossemos livres do fogo eterno, libertos para vivermos com Ele na Glória Eternamente!
    Grande abraço fraternal a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s