Refutando Acusações sobre o Canôn Bíblico – Final

Publicado: 3 de setembro de 2010 por Rafasoftwares em Mentiras

Sabedoria de Salomão 8:19-2019 Eu era um jovem de boas qualidades e tive a sorte de ter uma boa alma, 20 ou melhor, sendo bom, vim a um corpo sem mancha.

Mancha ali, quer dizer sem pecados! Logo quem… Salomão! Mas isso não é o pior, o pior é que esse trecho ensina a doutrina errônea da pré-existência da alma (antes de se ter um corpo), sugerindo que seu corpo vai ser bom se sua alma o for (parece até coisa de espíritas). A palavra de Deus diz que a alma do homem é formada com ele no momento da concepção (ver Salmos 139:13-16 e Zacarias 12:1 – OBS: Conferir em várias traduções!).

Explicação:

1º ESSE TEXTO NÃO ENSINA A PREEXISTÊNCIA DA ALMA como se poderia crer, se fosse isolado do contexto. Ele corrige é o versículo 19 que parecia dar prioridade ao corpo como sujeito pessoal, e sublinha a proeminência da alma!

2º E ali não diz que Salomão não pecou, ele só friza que VEIO em um corpo sem mancha, não diz que ele não pecou, o mal é não entender o gênero literário!

Olhe o texto no contexto para não virar pretexto!

Longevidade?

Tobit (pai de Tobias) viveu 112 anos (ver Tobias 1:3-5 e 14:2), todavia o apócrifo também alega que ele estava vivo durante o tempo em que Jeroboão se revoltou (931 A.C.) e também quando a Assíria conquistou Israel (722 A.C.), eventos separados por um intervalo de 209 anos! 112 é menor que 209…

Explicação:

O relato de Tobias 14, 2 que apresenta Tobit como contemporâneo do apogeu assírio, faz ele anunciar como futuros certos acontecimento que, para o autor, pertencem ao passado, segundo o artifício próprio da apocalíptica. Mas, uma vez chegada ao tempo real do autor, a profecia não se detém e penetra no futuro messiânico: “até estarem completos os tempos”(Cf. Tobias 14,5)

Mas se o caso do autor for datas então eliminaremos 2 Crônicas devido a isso:

Jorão tinha 32 anos quando começou a reinar e reinou 8 anos em Jerusalém (40 anos de idade). Morreu sem ser chorado por ninguém. Os habitantes de Jerusalém proclamaram rei Ocozias, filho mais novo de Jorão (lembre que o rei morreu com 40 anos). Acazias (ou Ocozias), filho de Jorão tinha 42 anos quando começou a reinar e reinou por um ano. Logo, Ocozias seria 2 anos mais novo que seu próprio pai (2.º Cr 21:20, 22:1-2)?!?!?

Como pode um filho mais velho que o próprio pai? A própria bíblia explica o por que disso, mas eu não vou colocar aqui, espero que se o digníssimo autor dessa matéria ler isso aqui responda e pense, pois os argumentos que ele está usando está comprometendo várias partes da bíblia!

Geopolítica?

Judite identifica Nabucodonosor como rei dos Assírios (Judite 1:1-7), quando na verdade ele era rei dos Babilônios (2 Reis 24:1).

Mateus atribui ao profeta Jeremias uma profecia de Zacarias (Mt 27,9);

E o que isso teve demais?

De qualquer forma, os comentários da Bíblia católica dizem o seguinte sobre este livro:

A grande indiferença que este livro demonstra pela história e geografia indica que seu autor não pretende relatar fatos históricos concretos. Quer apenas compor uma história para encorajar o povo a resistir e lutar.

[http://www.paulus.com.br/BP/_PCU.HTM]

E isso tira a autenticidade de um livro? Já que o autor diz que sim, então….

Criação a partir da matéria, ao invés do nada!

Em Sabedoria de Salomão 11:17, lemos:

Para a tua mão onipotente, que da matéria informe [ex amorphou hyles] criou o mundo…

Esse trecho é brutal, pois contradiz a palavra do Senhor que diz a criação ter sido a partir do nada! (Gênesis 1:1, Salmos 33:6-9 e Hebreus 11:3). E em minha opinião, é um dos piores, se não o pior erro dos apócrifos.

OBS: Este “mundo” ali não é o planeta Terra, mas sim o Universo, veja de forma mais clara nesta tradução em língua inglesa: “For not without means was your almighty hand, that had fashioned the universe from formless matter”

(Οὐ γὰρ ἠπόρει ἡ παντοδύναμός σου χεὶρ καὶ κτίσασα τὸν κσμον ἐξ ἀμόρϕου ὕλης) (Wisdom of Solomon 11:17 NAB).

Ainda sobre este trecho a Enciclopédia Judaica diz:

Os Judeus de Alexandria, sob a influência das idéias Platônicas e Neoplatônicas, entendiam que a criação tivesse sido efetuada através de agentes intermediários, embora ainda um ato da vontade divina. Embora a relação dos agentes com a divindade [Deus] não seja sempre bem definida, é possível considerá-los quase como sendo hipóstases/subdivindades, como se tivessem existência independente e vontade própria. A “sabedoria” divina (σοΦΊα) tem uma parte cooperativa na criação (Sabedoria 9:9). Apesar de os Palestinos (2 Macabeus 7:28) insistirem que tudo foi feito por Deus “a partir do nada” (ζ οκ ντων), Sabedoria 11:17 apresenta uma arquimatéria sem forma (λη), que o criador simplesmente ordenou.

[http://www.jewishencyclopedia.com/view.jsp?artid=853&letter=c]

Vamos esclarecer aqui os fatos:

O autor está se baseando em opiniões de sites da internet e acho que não se deu o trabalho de pesquisar a fundo o sentido real das palavras e o que o autor da Sabedoria queria dizer! Mas isso não nos impedi de darmos a resposta correta:

Cosmos (vem da palavra Grega (Κοσμος), significa “universo” ou “ordem”) é a palavra mais antiga usada pra denotar tais conceitos como “mundo” ou “universo.” HOJE esta palavra surge mais comumente como sinônimo para “universo.” Considerando o verdadeiro significado da palavra, este uso é altamente irônico.

História do Uso

NO GREGO ARCAICO, COSMOS SIGNIFICA ORDEM. Pitágoras é considerado como sendo o primeiro a aplicar o termo para o universo, reconhecendo que o universo é inerentemente em ordem e harmonioso. Todavia, a estória da criação Grega original enfatiza o trazer ordem do caos, por isto esta idéia não era nova mesmo para Pitágoras.

O Novo Testamento também usa a palavra cosmos para denotar o conceito de “mundo.” Entretanto, a Bíblia usa outro termo, oikoumene, para denotar especificamente o mundo inabitado. Oikoumene descreve o mundo como um lugar onde pessoas vivem, enquanto que cosmos descreve o mundo como um lugar de ordem.

Jesus Cristo usa especificamente a palavra cosmos num contexto muito importante:

Eu sou a Luz do mundo. João 8, 12

Nesse verso,a palavra “mundo” hoje traduzida é cosmos. Portanto, Jesus não está somente identificando-se como a fonte de Luz, mas Ele está “também” lembrando aos Seus ouvintes que Ele é a fonte da “ordem” no mundo. (Wikipédia Cristão)

O autor do livro da sabedoria não tem nenhuma razão de para subtrair essa matéria uniforme da ação criadora de Deus, mas pensa sem duvida, na ORGANIZAÇÃO (ou na ordem que Ele deu depois de criar o céu e a terra que estavam vazios) do mundo a partir da massa caótica que Deus fez. O que nos refere diretamente a (Gn 1, 1 ss) Já está muito bem explicado.

Sobre a morte de Antíoco Epifânio, Rei da Síria, inimigo dos Judeus, 2 Macabeus se mata:

2 Macabeus 1:13-163 De fato, o chefe deles foi para a Pérsia acompanhado de um exército que parecia invencível, mas que acabou destroçado no templo de Nanéia, através de uma cilada armada pelos sacerdotes da deusa. 14 Antíoco foi para esse lugar, junto com os amigos que o acompanhavam, pretendendo casar-se com a deusa, a fim de pegar as grandes riquezas que havia nesse lugar, a título de dote. 15 Os sacerdotes do templo de Nanéia lhe mostraram as riquezas, e ele entrou no recinto sagrado com alguns poucos companheiros. Logo que Antíoco entrou, os sacerdotes fecharam o templo, 16 abriram a porta secreta do forro e mataram o rei a pedradas. Esquartejaram o rei e jogaram a cabeça dele para os que estavam do lado de fora.

2 Macabeus 9:19-29[a partir do 28, os versículos anteriores relatam que ele estava doente.] 28 E assim, esse assassino e blasfemo, entre dores atrozes, morreu nas montanhas, em terra estrangeira. Seu final foi desastroso, da mesma forma como ele havia tratado a outros. 29 Filipe, seu companheiro de infância, transportou seus restos. Mas, com medo do filho de Antíoco, Filipe foi para o Egito, para junto de Ptolomeu Filométor.

E o pior é que nos comentários da Bíblia católica, que podem ser acessados aqui: http://www.paulus.com.br/BP/_PE4.HTM, está escrito que o primeiro trecho faz parte de um pedaço que “mistura acontecimentos históricos com elementos lendários”. Sem mais.

Cara é incrível mas a morte de Judas o apóstolo traidor a bíblia relata da mesma forma:

Judas se suicidou por enforcamento (Mt 27, 5) ou por pular em um precipício (At 1, 18)?

Isso tira a canonicidade desses 2 livros? Para o autor sim!

Existem ainda mais erros, incrível não? Mas vou parar por aqui, acho que já deu pra passar a idéia.

Lembrando que estamos falando de erros, e não de supostas contradições bíblicas. Ou seja, se os apócrifos erram e foram adicionados ao cânon, a ICAR fez o favor de exterminar a inerrância Bíblica e, por conseguinte, a si mesma, pois alega que seu magistério é infalível! Não é preciso alongar mais este ponto, só deixar claro que estes livros foram considerados canônicos pelo Concílio de Trento, para que fosse possível justificar algumas das doutrinas antibíblicas de Roma.

E o autor pareci que também fez o mesmo além de não ler a bíblia, colocou sua peneira e seu manual para determinar qual livro era canônico ou não o que também compromete vários outros livros da bíblia!

O leitor pode se perguntar: Mas será que esses livros são realmente autoritários para a ICAR? A resposta é sim: Apesar do nome, “segundo cânon”, estes livros têm total status canônico. De acordo com Trento e o CVII [RCEAD, cap. 9, p. 3]:

Entretanto, se alguém não aceitar os ditos livros como sagrados e canônicos, inteiros e com todas as partes … e se de forma propositada condenar a tradição mencionada anteriormente, que seja anátema. (Denzinger, Sources of Catholic Dogma, 784, p. 245. / Documents of Vatican II, “Document on Revelation,” chap. 3: “The Divine Inspiration and the Interpretation of Sacred Scripture.”).

Claro que sim, esses livros são tão canônicos como os outros e já foi provado isso aqui, sem mais!

Alguns católicos alegam que a lista de livros apócrifos enunciada no início desta seção, considerada como canônica no Concílio de Trento, na verdade já era reconhecida, e essa lista foi apenas reafirmada neste Concílio. Eles alegam que alguns Concílios anteriores, diga-se de passagem, concílios locais, como o de Roma em 382, o de Hipona em 393, e o de Cartago em 397 já os haviam declarados canônicos.

A resposta para essa alegação é simples.

Referimo-nos ao Concílio de Trento, pois ele nos dá “a definição mais explícita do cânon católico” (http://www.newadvent.org/cathen/03267a.htm).

Ora ele mesmo ai está reconhecendo que os concílios anteriores já tinha os livros, no entanto ele em sua matéria diz que os livros foram colocados para justificar as doutrinas católicas perante a reforma, contraditório não? Aqui Ele diz que apenas usa o concílio de Trento por que dá uma maior visão, mas é assim mesmo a mentira não é suficiente em si mesmo!

Além do mais, existe uma disputa sobre este tema:

Sabe-se que o Concílio de Roma não incluiu o livro de Baruque [Denzinger, Sources of Catholic Dogma, 84, p. 34]).

De acordo com o Cardeal Caetano, o cânon tinha livros protocanônicos, com autoridade doutrinária (que são, na verdade, os livros do cânon protestante atual), e outros, deuterocanônicos (os apócrifos), com valor apenas devocional. E essa era a idéia de Agostinho de Hipona e do Concílio de Cartago. (Cardinal Cajetan, “Commentary on all the Authentic Historical Books of the Old Testament,” cited by William Whitaker in “A Disputation on Holy Scripture,” Cambridge:Parker Society (1849), p. 424). [http://www.jesus-is-savior.com/False%20Religions/Roman%20Catholicism/rcc16-apocrypha.htm].

Eu nem vou me prestar a contra refutar essa afirmação ai, aqui no blog na categoria bíblia já tem dizendo tudo isso, e perda de tempo ficar aqui dando explicações para subjetividades protestantes! O cidadão tem coragem de citar santo Agostinho affzz…

Contudo, mesmo que a lista do Concílio de Roma fosse idêntica a de Trento, o fato é que a ICAR considera canônicos, livros não inspirados e cheios de erros, e assim destrói a inerrância da Bíblia. O que nem de longe resolve o problema para eles. Trento conferiu erroneamente o status canônico total a estes “deuterocanônicos” em resposta à disputa contra Lutero, sinceramente, isso é muito óbvio (veja mais aqui: http://www.newadvent.org/cathen/03267a.htm).

Quem destruiu a inerrancia bíblica aqui? A Igreja ou o próprio autor com sua peneira canônica? Eu já mostrei nas citações dos outros livros sagrados  com os mesmos aparentes “erros” e o que não tira de nenhuma forma a canonicidade de nenhum livro!

Mas segundo o autor só nas passagem que eu citei tiraríamos da bíblia também os seguintes livros:

Judas, 2 Crônicas, apocalipse, Hebreus, Mateus, provérbios, Tiago, Marcos, Lucas, 1 Coríntios, vamos parar por aqui se não daqui a pouco não sobra mais nem um livro na bíblia passando a peneira canônica do autor da matéria!

Ia fazer uma matéria aqui que o nome seria: “Definindo o Canôn bíblico segundo os Conceitos Protestantes”, só que não seria legal por que daria espaço a ateus e a outras pessoas para duvidarem da própria bíblia, e como esse não é nosso objetivo, pois nossa missão é defender e explicar a verdade, não vou fazer!

Concluindo esta seção:

Pois muito bem, o problema para você católico é o seguinte: Ou você acredita nos erros dos apócrifos, o que é difícil demais! Ou você acredita na inerrância da Bíblia, a palavra de Deus, e, portanto, é anátema. Se o seu caso for a segunda opção, não tem pra que continuar freqüentando a ICAR, bem vindo ao Cristianismo Bíblico.

Concluindo a refutação:

Então, e o problema pra você protestante é o seguinte: ou você estuda e pára criar uma caricatura da Igreja católica, que acho que já virou doutrina do protestantismo, ou continua inventando mentiras e criando conceitos que colocam a bíblia como mentirosa em si mesma para confirmar seus pensamentos subjetivos. Se sua opção for a segunda que Deus te julgue não eu, se for a primeira, não tem por que ficar mais inventando mentiras e continuar protestante, Bem Vindo ao Cristianismo bíblico e tradicional com 2000 mil anos de existência!

In Cord Jesu Semper,

Rafael Rodrigues!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s