Balanço 2009 da Santa Sé mostra déficit de mais de quatro milhões de euros

Publicado: 12 de julho de 2010 por Rafasoftwares em História da Igreja

Pra quem diz que o Vaticano é rico vai ai essa matéria:

VATICANO, 10 Jul. 10 / 11:58 am (ACI).- Depois da reunião do Conselho de Cardeais para o estudo dos problemas organizativos e econômicos da Santa Sé, presididos pelo Secretário de estado, Cardeal Tarcisio Bertone, este sábado o Vaticano emitiu um comunicado no qual se destaca que no balanço do ano 2009 existe um déficit de mais de quatro milhões de euros.

No balanço apresentado aos cardeais pelo Arcebispo Velasio De Paolis, Presidente da Prefeitura para os Assuntos Econômicos da Santa Sé, explica-se que houve um déficit total de 4 102 156 euros; que é a diferença entre os lucros (250 182 364) e os gastos (254 284 520 euros).

As saídas se atribuem sobre tudo aos gastos ordinários e extraordinários dos dicastérios e organismos da Santa Sé, nos quais emprestam serviço 2.762 pessoas, das quais 766 são eclesiásticos, 344 religiosos e 1 652 leigos.

Em relação ao balanço consolidado 2009 da Governadoria do Estado da Cidade do Vaticano, indica-se que a perda foi de quase 8 milhões de euros. Existem 1.891pessoas que trabalham sob a jurisdição da Governadoria.

No comunicado se destaca que a Governadoria iniciou o estudo para uma infra-estrutura de comunicação integrada que compreende os serviços de telefonia e Internet. O texto indica que “em continuidade com o esforço dos últimos anos, procedeu-se à tutela e valorização do patrimônio artístico com particular acento nos Museus Vaticanos, ampliando as áreas de exposição e os horários de visita”, assim como o desenvolvimento dos trabalhos nas Basílicas papais de São João de Latrão, São Paulo Extramuros e Santa Maria Maior”.

“Também é de destacar os custos considerados para a segurança ao interior do Estado da Cidade do Vaticano e para os grandes trabalhos de reestruturação da Biblioteca Apostólica Vaticano, cuja abertura está prevista para no próximo mês de setembro”, indica o texto.

Por último apresentou o balanço do Óbolo de São Pedro, que está constituído pelo conjunto de oferecimentos que fazem ao Santo Padre as Igrejas particulares, sobre tudo com ocasião da solenidade de São Pedro e São Paulo, assim como das contribuições que fazem chegar os institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, as fundações e alguns fiéis. A quantidade arrecadada em 2009 foi de 82 529 417 dólares, que servirão para as obras de caridade do Pontífice. Os maiores contribuições chegaram dos Estados Unidos e França, também se considerou como significativo as contribuições dos católicos na Coréia e Japão onde os católicos são minoria.

Entre os cardeais participantes na reunião estiveram: Roger Mahony, Arcebispo de Los Angeles (EUA), Antonio María Rouco Varela, Arcebispo de Madrid (Espanha), Juan Luis Cipriani Thorne, Arcebispo de Lima (Peru), Marc Ouellet, Arcebispo do Québec e recentemente nomeado Prefeito para a Congregação dos Bispos (Canadá), Jorge Liberato Urosa Savino, Arcebispo de Caracas (Venezuela), e Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo (Brasil).

Fonte: ACIDIGITAL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s